1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ventania derruba árvores e deixa pontos do Rio sem energia

Tiago Rogero - O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2014 | 08h 43

Segundo o Inmet, houve rajadas de 97 km/h no Forte de Copacabana; troncos caídos bloqueiam vias e atrapalham o trânsito

Atualizado às 9h05

RIO - Moradores do Rio de Janeiro acordaram assustados na manhã desta quarta-feira, 3, com uma forte ventania que chegou a derrubar árvores e complicou o trânsito na cidade. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), houve rajadas de 97 km/h no Forte de Copacabana, na zona sul, de 86,7 km/h em Marambaia, na zona oeste, e de 55 km/h, em Santa Cruz, também naquela região do Rio. Pelo menos 14 árvores caíram. Há também pontos da cidade sem energia elétrica, nas zonas sul e oeste.

Na Lagoa, uma árvore caiu na Avenida Borges de Medeiros, que chegou a ficar fechada em um sentido próximo à Rua J. J. Seabra, mas já foi liberada segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR). Ainda assim, o trânsito continuava congestionado na região às 8h35.

Também na Lagoa, a Avenida Alexandre Ferreira, paralela à Borges de Medeiros, estava interditada às 8h35 na altura da Rua Maria Angélica. 

A Rua Tonelero, em Copacabana, também foi interditada após queda de árvore na altura da Rua Paula Freitas. Houve desvio e o trecho já foi liberado, mas o trânsito continua com retenções. Ainda em Copacabana, outra árvore caiu na Rua Santa Clara, próxima à Tonelero. O desvio, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio), está sendo feito pela Rua Siqueira Campos.

Murilo Rezende/Futura Press
Árvore caiu na Rua Tonelero, em Copacabana, e bloqueou a via, que já foi liberada. O trânsito, porém, ainda está lento na região

Em nota, a Light informou que há trechos de Leblon e Jardim Botânico, na zona sul, sem energia elétrica por causa da queda de árvores. "Em relação ao resto da cidade, tivemos interrupção em trecho de Jacarepaguá e zona oeste. Equipes estão nas ruas para o restabelecimento mais rápido das ocorrências", informou.

Pelo Twitter da companhia, moradores reclamam de falta de energia em bairros como Paciência e Freguesia, na zona oeste.