Antes de Marconi, o padre Landell de Moura

Antes de Marconi, o padre Landell de Moura

rosesaconi

18 de maio de 2011 | 12h31

Furo da criação de Landell foi dado pelo Estado, que anunciou a transmissão pioneira no dia 16 de julho de 1899

Poucos conhecem a história do padre Roberto Landell de Moura, homenageado ontem  pela Câmara Municipal de São Paulo com o título de Cidadão Paulistano in Memorian.

O cientista, que nasceu em Porto Alegre em 1861, foi precursor do rádio, da televisão e do teletipo, entre outras descobertas importantes. Foi ele quem transmitiu, pela primeira vez no mundo, no final do século 19, a voz humana a distância por meio de uma onda eletromagnética, em experiência realizada na cidade de São Paulo, entre a Avenida Paulista e o alto de Santana.  Isso ocorreu antes das experiências do italiano Guglielmo Marconi em 1914.

Um dos mais completos trabalhos biográficos sobre esse sacerdote e cientista está no livro do jornalista Hamilton Almeida, Padre Landell de Moura – Um herói sem Glória.