Arnaldo Antunes lê ‘Poética’, de Manuel Bandeira

Arnaldo Antunes lê ‘Poética’, de Manuel Bandeira

Edmundo Leite

23 de maio de 2012 | 22h52

 

Após uma breve demonstração dos importantes eventos históricos contidos entre o material do Acervo Estadão, como o Titanic, a Segunda Guerra Mundial e a Ditadura Militar no Brasil, o cantor Arnaldo Antunes subiu ao palco e leu o poema Poética, de Manuel Bandeira.

 

Também tiveram destaque a cantora Ana Cañas, que cantou Chega de Saudade, e Jair Rodrigues, que interpretou Disparada.