Bin Laden, o mensageiro do terror

Bin Laden, o mensageiro do terror

Edmundo Leite

02 de maio de 2011 | 02h40

Com a morte do terrorista Osama Bin Laden, anunciada pelo presidente americano Barack Obama, encerra-se uma caçada de quase 10 anos.  Bin Laden já era um dos homens mais procurados do mundo, mas com os atendatos de 11 de setembro de 2001,   seu nome passou a encabeçar a lista. Reveja perfil publicado no Estado dois dias após os ataques de Nova York.

Desde 1995, o nome do milionário saudita aparecia como suspeito de envovimento em atentados contra alvos norte-americanos. Três anos depois, com uma série de ataques a embaixadas dos Estados Unidos no Quênia e na Tanzênia, o nome de Bin Laden começou a ganhar cada vez mais destaque no cenário internacional.

15/08/1998

Dias depois, ele declarava guerra aos Estados Unidos

JT – 22/08/1998

Tudo o que sabemos sobre:

Barack ObamaOsama Bin Laden

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: