Copa Roca e o destino de Pelé

Copa Roca e o destino de Pelé

rosesaconi

28 Setembro 2011 | 06h34

“… No ataque brasileiro Pelé foi a grande figura nos dois tempos, surgindo aliás, como o principal valor em campo, quer pela técnica com que se conduziu nas jogadas, quer pela precisão nas fintas e nos remates. Jovem como é, o atacante santista está destinado a ser um notável futebolista, se não se impressionar pelo elogios que tem recebido e tornar-se excessivamente convencido de seu próprio valor…” (Estadão – 11/7/1957) 

Num jogo como o que Brasil e Argentina fazem hoje em Belém, um jovem jogador fazia seu segundo gol pela seleção brasileira e despontava para a mais vitoriosa e bela carreira da história do futebol.  Estreara dias antes, no primeiro jogo da Copa Roca de 1957, no Maracanã. Naquela première, Pelé começou como reserva, marcou um gol, mas o Brasil perdeu. Dias depois, no Pacaembu marcou o primeiro gol do 2 a 0, garantiu o troféu e escreveu  seu nome na história.

Repaginado e com novo nome,  agora Superclássico das Américas, o desafio entre Brasil e Argentina não era disputado desde 1976.

A primeira partida válida pela ‘Taça Roca’,como era conhecida na época, foi realizada em setembro de 1914,em Buenos Aires, e foi vencida pelo Brasil por 1 a 0, mas pouco foi divulgado sobre esse primeiro jogo da competição. A Copa Roca foi criada pelo presidente da Argentina Julio Roca com o objetivo de fortalecer a cordialidade esportiva entre as duas nações.

Clique e leia nas páginas do Estado como foram alguns jogos dessa competição que não tinha uma periodicidade definida. Foram disputadas 22 partidas. O Brasil venceu 11 e os argentinos nove. Três jogos acabaram empatados.

  1939

Pelé fez sua partida de estréia na seleção brasileira na partida válida pela Copa Roca de 1957, no dia 8 de julho, no Maracanã, quando ainda era um garoto desconhecido de apenas 16 anos. O Brasil perdeu o jogo por 2 a 1. Pelé foi o autor do gol brasileiro, aos 32 minutos, quando a seleção perdia por  1 a 0.

 


1960

1963

Títulos. O Brasil foi campeão sete vezes em 1914, 1922, 1945, 1957, 1960, 1963 e 1976. A Argentina ganhou o título três vezes: 1923,1939 e 1940.

 1971

Em 1976, os jogos da Copa Roca contra a Argentina também tiveram validade para a Copa Atlântica, campeonato que ainda contou com a presença de Uruguai e Paraguai.

Pesquisa e Texto: Rose Saconi
Tratamento de Imagens:
José Brito

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao