Em 1911, moradores da Avenida Angélica pediam a instalação de luz elétrica

Em 1911, moradores da Avenida Angélica pediam a instalação de luz elétrica

Lizbeth Batista

13 Abril 2011 | 11h23

Entre as diversas noas publicadas coluna Notas e Informações, da edição de 13 de abril de 1911 do Estado ,  um pedido da representação de moradores da Avenida Angélica ao  secretaria de Agricultura,  chama a atenção.

A nota conta como os moradores daquela região cobravam do governo a instalação de iluminação elétrica- nos moldes das redes que serviam  as Avenidas Paulista, Luiz Antônio e Martinho Prado Júnior-  na Avenida Angélica.

Quinta-feira, 13 de abril de 1911

Em 1911, a iluminação das ruas em São Paulo era ampliada. Grandes avenidas começavam a ter seus antigos lampiões de gás substituídos pelas modernas lâmpadas elétricas.

Durante toda a década de 10, convênios entre o Governo de São Paulo e a Companhia Light foram firmados para estender a rede elétrica da cidade.

Pesquisa e Texto: Lizbeth Batista
Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao