Um século de queixas sobre a iluminação pública em SP

Um século de queixas sobre a iluminação pública em SP

Lizbeth Batista

27 Abril 2011 | 11h09

Em 27 de abril de 1911, o Estado publicava na sua sessão “Queixas e Reclamações” um apelo ao Prefeito Municipal.

A coluna pedia providências para melhorar a iluminação pública em São Paulo.

Quinta-feira, 27 de abril de 1911

Primeiro reclamava da pouca iluminação do jardim no bairro da Liberdade, o que inibia muitas  senhoras de freqüentá-lo.

Depois, as queixas eram direcionavam à Light.   A Companhia, principal responsável pela iluminação da cidade, repunha as lâmpadas danificadas apenas uma vez por mês. Muitas vezes, deixando o consumidor sem iluminação por semanas.

A nota pedia uma maior atenção do prefeito ao caso.

Ao longo dos anos, o Estado manteve  um espaço reservado às  queixas de seus leitores. Hoje, este espaço pertence à coluna São Paulo Reclama.

Nas cartas e e-mails recebidos pelo jornal, reclamações sobre a má iluminação de locais públicos ainda estão entre as campeãs de queixas.

Pesquisa e Texto: Lizbeth Batista
Siga o Arquivo Estadão: twitter@estadaoarquivo e facebook/arquivoestadao