Etna entra em erupção e deixa rastro de destruição

Etna entra em erupção e deixa rastro de destruição

Lizbeth Batista

24 Setembro 2011 | 09h03

Etna em erupção, 1911

Da Itália, chegava notícia sobre a destruição causada pela erupção do vulcão Etna.

 Domingo, 24 de setembro de 1911

 

A erupção, que tivera seu início há pouco mais de uma semana, parecia chegar ao seu fim.

Desde o dia 11 de setembro de 1911, dia em que a erupção eclodiu, as populações das regiões na base do Etna, em pânico,  deixaram suas casas em busca de abrigo.

O Estado de S.Paulo 21/09/1911

Dias depois, quando a erupção parecia não oferecer mais perigo, a preocupação se voltava para os reparos dos estragos gerados pela lava e pelas cinzas. “Apesar da certeza de que a erupção se acha na última phase e da tranquillidade relativa que está voltando nas populações da região, estas encontram- se em grandes difficuldades”.

 

O Estado de S.Paulo 24/09/1911

A erupção de 1911 deixou mais de 20.000 pessoas desabrigadas na Região de Linguaglossa e Randazzo.

Pesquisa  e texto: Lizbeth Batista

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao