Há 70 anos era fundada a CSN

Há 70 anos era fundada a CSN

rosesaconi

09 Abril 2011 | 08h02

9/4/1941

Criada por meio do decreto-lei n.º 3.002, do então presidente Getúlio Vargas, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) tornou-se um marco na história da industrialização do país. Surgiu para preencher as lacunas de uma economia predominantemente agrícola, dentro de um programa de substituição de importações.

O Brasil começou a construção da usina com créditos de bancos estrangeiros, ainda em 1941, na Fazenda Santa Cecília, onde hoje é Volta Redonda. Situada a aproximadamente 130 quilômetros do Rio e 350 quilômetros de São Paulo, Volta Redonda era o local onde as matérias-primas poderiam ser reunidas a um custo baixo e a partir do qual os produtos acabados poderiam ser facilmente enviados aos dois principais mercados consumidores.

A construção da CSN durou cinco anos e atraiu migrantes de vários Estados.

Tragédias também marcaram a história da CSN

9/11/1988

Em novembro de 1988, a siderúrgica enfrentou a sua maior greve, que culminou na morte de dois metalúrgicos em confronto com tropas do Exército.

3/5/1989


Em 1989, a temperatura da cidade voltou a subir, com a explosão de um memorial em homenagem aos mesmos metalúrgicos e de parte do principal alto-forno, que também resultou na morte de dois técnicos da siderúrgica.

5/4/1993 –  Depois de muitos protestos, a CSN foi privatizada, no governo de Itamar Franco.

Tratamento de Imagens: José Brito

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao