Há um século: dia descanso para os padeiros

Há um século: dia descanso para os padeiros

CEE

07 de março de 2020 | 08h05

Desde a greve de 1917, o movimento dos trabalhadores se intensificou na busca de melhoria nas condições de trabalho. O Estadão, que ajudou nas negociações para o fim da greve, deu ampla cobertura ao que acontecia. Um exemplo é a notícia de 7 de março de 1920, na qual os padeiros da capital reivindicavam a segunda-feira como dia de folga. O anúncio escolhido foi de produtos comercializados até hoje, o leite condensado e a farinha láctea.

Acervo Estadão

Todas as edições | Censuradas | Tópicos | Personalidades | Lugares | Páginas da História

Tudo o que sabemos sobre:

grevepadaria

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.