Historiadores tem profissão regulamentada

Lizbeth Batista

03 de março de 2011 | 21h27

A Comissão da Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou na quarta-feira, dia 02,  a regulamentação da profissão de historiador.

O projeto de lei nº 368, que tramita desde agosto de 2009, é de autoria do autor o Senador Paulo Paim.  Contou com dois relatores o Senador Cristovão Buarque em 2010 e depois o Senador Flexa Ribeiro em 211.

Explicando as mudanças realizadas, o Senador Flexa Lima disse que a alteração busca facilitar a generalidade, clareza e precisão da norma.

O texto inicial especificava os locais onde a profissão poderia ser exercida “empresas, museus, editoras, produtoras de vídeo e CD-ROM ou emissoras de televisão”,

Documento

simplifica as atribuições dos historiadores para a “organização de informações para publicações, exposições e eventos sobre temas de História”, sem limitar lugares de atuação para este profissional.

Tendências: