José de Alencar, o criador do romance brasileiro

José de Alencar, o criador do romance brasileiro

rosesaconi

12 de dezembro de 2011 | 09h19

A Província de São Paulo, 15 de dezembro de 1877

Três dias após sua morte, o Estadão, naquela época A Província de São Paulo, noticiou a morte de José Martiniano de Alencar, um dos mais importantes escritores brasileiros. Autor de clássicos da literatura brasileira como O Guarany e Iracema, José de Alencar também trabalhou como jornalista, dramaturgo e político.

A Província de São Paulo, 23 de março de 1876

O jornal noticia a viagem do escritor para a Europa em busca de tratamento para a tuberculose.

A Província de São Paulo, 18 de novembro de 1876

A melhora de José de Alencar foi apenas relativa e, pouco mais de um ano depois, no dia 12 de dezembro de 1877, o escritor morreria vítima de infecção pulmonar, no Rio de Janeiro.

A Província de São Paulo, 16 de dezembro de 1877

O sepultamento ‘com grande concurso e pompa” foi assim noticiado pelo jornal.

Foto: Arquivo/AE 

Pesquisa e Texto: Rose Saconi
Tratamento de Imagens:
José Brito

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao

 

Mais conteúdo sobre:

1877José de AlencarLiteratura