O segundo ouro olímpico de Adhemar

O segundo ouro olímpico de Adhemar

rosesaconi

27 Novembro 2011 | 09h10

Há 55 anos

O atleta Adhemar Ferreira da Silva, um nome especial na história do Brasil nos Jogos Olímpicos, ganhou sua segunda medalha de ouro no salto triplo no dia 27 de novembro de 1956, em Melbourne, na Austrália.

A primeira foi ganha em Helsinque, Finlândia, em 1952. Da Silva, como era conhecido no exterior, quebrou o recorde mundial da prova sete vezes e iniciou uma escola de triplistas que gerou Nelson Prudêncio dos Santos e João do Pulo, ambos medalhistas olímpicos.

Reveja a página de Esportes do Estadão quando Adhemar subiu pela segunda vez no lugar mais alto do pódio, ao obter a marca de 16,35 metros.

O bicampeão do salto triplo Adhemar Ferreira da Silva tem um lugar especial na galeria de heróis brasileiros dos Jogos Olímpicos. Ele morreu em 12 de janeiro de 2001, aos 73 anos, vítima de parada cardiorrespiratória.

 

Foto: Arquivo/AE

Pesquisa e Texto: Rose Saconi
Tratamento de Imagens:
José Brito

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao