Obama quis chutar traseiro de responsável por vazamento

Obama quis chutar traseiro de responsável por vazamento

Edmundo Leite

05 Março 2012 | 20h51

O secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, não foi o único a ter que se explicar por causa da vontade de chutar o traseiro de alguém. Em 2010, descontente com o gigantesco vazamento de petróleo na costa americana, o presidente Barack Obama disse que estava conversando com especialistas para descobrir “o traseiro de quem chutar”. A fala fez sucesso na web, mas Obama também teve que se explicar.

O Estado de S. Paulo – 09/6/2010

O termo, também em tom de indignação, foi usado em outra circunstância de crise pelo falecido economista Michael Mussa, economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI) : “Está demorando muito para que funcionários públicos e bancos centrais parem de puxar o saco e comecem a chutar o traseiro de banqueiros cujo interesse próprio diverge substancialmente do interesse público”, escreveu o economista em seu último relatório para o Instituto Peterson de Economia Internacional, publicado em setembro de 2011.

Pesquisa e Texto: Edmundo Leite
Siga o Arquivo Estadão: twitter@estadaoarquivo e facebook/arquivoestadao