Capital paulista registra quase 100 semáforos com problemas na manhã desta quarta-feira
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Capital paulista registra quase 100 semáforos com problemas na manhã desta quarta-feira

CET informa que equipes de manutenção foram acionadas; chuva que atingiu a cidade entre segunda e terça provocou ainda a queda de árvores, desabamentos, desmoronamentos e alagamentos

Renata Okumura

27 de fevereiro de 2019 | 11h15

SÃO PAULO – Além da queda de 665 árvores, entre segunda-feira, 25, e terça-feira, 26, em razão da forte chuva que atingiu a capital paulista, motoristas ainda enfrentam transtornos nesta manhã de quarta-feira, 27, por causa de semáforos que não estão funcionando.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), até o momento há 91 semáforos com problemas.

– Semáforos apagados devido a falta de energia elétrica/ENEL: 33

– Semáforos apagados devido a falha no equipamento: 40 (12 por furto de cabos)

– Semáforos em amarelo intermitente: 18 (1 por furto de cabos)

As equipes de manutenção foram acionadas, de acordo com informações da CET.

Às 11 horas, a CET registrava 58 km de congestionamento na cidade. O pior trecho estava localizado na zona sul, na pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido de Interlagos, da Ponte Eusébio Matoso até a Ponte do Jaguaré.

Moradores relatam ainda semáforos que estão há muito tempo sem funcionar. Um deles está localizado na Avenida General Penha Brasil, 1.255, na Vila Nova Cachorrinha, na zona norte.

“Desde o começo do ano, o semáforo não funciona para travessia de alunos em frente a Escola Estadual Professor Raquel Assis Barreiros”, disse Anderson Guerra.

A CET informa que o semáforo localizado na Avenida General Penha Brasil, na altura do 1255, já está funcionando normalmente.

Semáforo queimado na zona norte Foto: Leitor Anderson Guerra

Entre 0h e 11h desta quarta-feira, o Corpo de Bombeiros recebeu chamados para 115 quedas de árvores. Entre segunda e terça, 665 árvores foram derrubadas, por causa das chuvas.

Na tarde de terça-feira, a queda de uma árvore bloqueou a pista local da Marginal do Tietê, no sentido da rodovia Ayrton Senna, próximo à Ponte Júlio de Mesquita Neto.

Pela manhã, uma árvore de grande porte caiu na Rua Dr. Veiga Filho, no bairro de Higienópolis, no centro da capital paulista e bloqueou a via. A queda assustou moradores de um prédio em frente ao local do acidente. Mesmo com a interdição da Defesa Civil, alguns pedestres ainda passavam pela calçada esburacada.

Queda de árvore em Higienópolis bloqueia via Foto: Werther Santana/ Estadão

Outra ocorrência de árvores foi registrada na Rua Traipú, no Pacaembu, na zona oeste.

Transtornos ainda após o temporal, com ruas e calçadas repletas de lixo, folhas e árvores caídas.

Pedestres, ciclistas, motociclistas e até motoristas precisam ter muita atenção para evitar acidentes e quedas.

Durante a madrugada de terça-feira, também foram registrados pedidos para desabamentos, desmoronamentos e enchentes na Grande SP e Região Metropolitana, segundo o Corpo de Bombeiros.

Um dos desabamentos foi registrado na Travessa Eugênio Hostos, no Sapopemba, na zona leste da cidade. 3 viaturas foram para o local. Ninguém ficou ferido. A corporação também informou que um homem de 35 anos foi encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa de Santo Amaro, na zona sul, vítima de afogamento em represa na região do Itaim Bibi.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Tudo o que sabemos sobre:

Blitz EstadãoSemáforos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.