Chuva mantém alagamento no bairro Vila Itaim na zona leste de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Chuva mantém alagamento no bairro Vila Itaim na zona leste de SP

Há mais de uma semana, moradores enfrentam transtornos com as ruas alagadas; situação persiste há mais de 30 anos nesta época do verão

Renata Okumura

12 Fevereiro 2019 | 10h00

SÃO PAULO – Não é de hoje que moradores da Vila Itaim, na zona leste da capital paulista, enfrentam ruas alagadas após o período de chuvas. O cenário já faz parte da rotina do bairro há mais de 30 anos. Água suja e risco de doenças, é desta forma que o receio permanece entre munícipes que moram na região.

Nesta terça-feira, 12, a chuva que atingiu o bairro durante a manhã provocou a elevação do nível de alagamento. A situação se agravou nos últimos sete dias e a água não baixa.

A Comissão de Moradores do Jardim Romano informa nas redes sociais que na sexta-feira, 15, irá acontecer uma reunião às 10 horas da manhã na Rua Alfredo de Melo, 47, para tratar do assunto. A entidade cobra respostas para os seguintes problemas: água retorna pelo esgoto, obra do córrego Itaim e atuação da Defesa Civil.

Foto: Comissão de Moradores do Jardim Romano/ Facebook

No verão de 2016, moradores escreveram nas redes sociais que estavam “completamente entregues à própria sorte”.

Enchente na Vila Itaim em 2016 Foto: Comissão de Moradores do Jardim Romano/ Facebook

Enquanto isso, o governo do Estado, a quem cabe realizar as obras que poderiam reduzir ou eliminar o recorrente problema, e a Prefeitura, que deveria retirar os moradores dessa área à margem do Rio Tietê, ocupada irregularmente há décadas, ainda divergem sobre as responsabilidades e obrigações de cada um nesse vergonhoso episódio.

“Pagamos impostos altos e ainda enfrentamos enchentes. Sempre que chove ficamos ilhados e há muitas crianças no bairro. Não podemos conviver desta forma. A água suja também provoca doenças, além dos transtornos”, reforçou o morador Peterson Lima.

Em protesto na manhã desta terça-feira, moradores fecharam com madeiras a Avenida Marechal Tito no Itaim Paulista.

“O problema já persiste há anos. Precisamos de uma solução urgente”, cobrou o motorista Antônio Domingos.

A Subprefeitura São Miguel Paulista informa que os serviços de zeladoria e manutenção na região da Vila Itaim são realizados diariamente, conforme o cronograma das equipes. Em época de maior volume de chuvas, entretanto, os trabalhos sofrem interrupções por conta do acúmulo de água em algumas vias, já que a área fica na área de várzea do rio Tietê e precisa ser drenada com caminhões sugadores.

“Desde o início deste ano, a Vila Itaim recebeu reforço de limpeza em 46 de bocas de lobo foram limpas, bem como em 31 metros de ramal e varrição contínua. Na segunda semana de janeiro foi realizado um mutirão na região. Além de todo trabalho de reparo em calçadas, poda de árvores, corte de grama, limpeza de galerias e recolhimento de entulho, entre outros, também foram utilizados três caminhões com capacidade para bombear 750 mil metros cúbicos de água por hora”, destacou a nota.

No dia 7 de fevereiro, a Prefeitura Regional São Miguel Paulista informou pelo Facebook que realizou bombeamento d’água para a limpeza da Rua Aramaça, na Vila Itaim, local onde uma creche também foi atingida por alagamento. As ruas Freguesia das Várzeas e Rio Manoel Alves também estão entre as vias atingidas pelas chuvas.

Bairro Vila Itaim Foto: Prefeitura Regional de São Miguel Paulista

Obras

A construção do pôlder da Vila Itaim é uma obra do Governo do Estado, por meio do Departamento de Água e Energia Elétrica – DAEE, e conta com apoio da Prefeitura de São Paulo mediante convênio com participação da DERSA, SIURB, SEHAB e SMVA. A Secretaria Municipal de Habitação removeu 145 famílias em 2017, para início das obras do pôlder Vila Itaim, todas localizadas no perímetro das obras de construção do pôlder.

As famílias, deixaram a área em 2017 e receberão auxílio aluguel até a entrega definitiva das unidades construídas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. Todas as famílias serão atendidas em empreendimentos cujas obras estão em andamento na zona leste da cidade.

Ocorrências registradas no twitter pelo Corpo de Bombeiros entre 0h e 8h desta terça:

– 3 Chamados para quedas de árvores.
– 2 Chamados para enchentes.
– 1 Chamados para Desabamento/desmoronamento.

PREVISÃO DO TEMPO PARA TERÇA-FEIRA

A capital paulista amanheceu com tempo instável e sensação de calor. A rede de estações meteorológicos do CGE registra a média de 23ºC.

O sol deve aparecer nas próximas horas, elevando as temperaturas. A máxima prevista é de 32ºC. No fim do dia a aproximação de uma frente fria provoca chuvas na forma de pancadas generalizadas com raios e rajadas de vento.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

Blitz EstadãoVila ItaimEnchente