As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Menina de um ano morre após ser ferida por pitbull

O cachorro convivia com a família há três anos; ataque ocorreu enquanto a criança estava com a mãe na lavanderia

Renata Okumura

24 Julho 2017 | 18h15

SÃO PAULO – Pietra, de apenas um ano e três meses, estava com a mãe, quando o pitbull, que já está com a família há três anos, atacou a garota na tarde de domingo, 23, na residência localizada na Rua Pantanais do Mato Grosso, na Vila Jacuí, na zona leste da cidade.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), a mãe, de 38 anos, informou que estava estendendo as roupas na lavanderia e a menina estava brincando, quando o cachorro avançou e mordeu a garota.

A mãe conseguiu segurar o cachorro e a criança chegou a ser socorrida pelos familiares e vizinhos e foi encaminhada ao Pronto Socorro do Hospital Ermelino Matarazzo, mas não resistiu aos ferimentos.

Funcionários do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) foram à residência para verificar as condições em que o animal se encontrava, mas não foram apontadas irregularidades com relação ao alojamento.

A SSP acrescenta que foi solicitada perícia para o local e o caso será investigado pela polícia.

A ocorrência foi registrada no 24º DP (Ponte Rasa) como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Depois foi encaminhada para o 63º DP (Vila Jacuí).

Placa com informações para quem vem com animais ao Parque Buenos Aires (Foto: Renata Okumura)

Outro caso. Tomás, de 11 anos, estava com a mãe, a irmã e uma amiga no Parque Buenos Aires, em Higienópolis, na região central de São Paulo, na última quinta-feira. De repente, foi atacado no peito por um pitbull, que estava sem focinheira. Apesar do susto, a criança está bem. Embora uma lei estadual exija o uso da focinheira para algumas raças, incluindo o pitbull, esses cães circulam livremente pelos parques da cidade.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

PitbullCriançaAtacada