As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores cobram fiscalização contra barulho provocado por estabelecimento em Pinheiros

Segundo a Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, o supermercado já recebeu queixas da população do bairro

Renata Okumura

15 de dezembro de 2017 | 15h55

SÃO PAULO – Moradores de Pinheiros, na zona oeste, reclamam que o sistema de refrigeração instalado no telhado do supermercado Futurama, na Rua dos Pinheiros, 1.518, tem tirado a tranquilidade da população do bairro.

“O barulho é contínuo, agudo e não para em nenhum momento. Ele é especialmente perturbador durante a noite, quando não há mais barulho na rua e tudo que se escuta é o agudo barulho das nove hélices do refrigerador, além de ruído forte do motor em si”, criticou Henrique, que preferiu dar apenas o primeiro nome.

A Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, por meio do Programa de Silêncio Urbano, informa que o estabelecimento apontado pela reportagem está inserido na programação de fiscalização para os próximos dias.

“Com o pedido solicitado em nosso sistema, é iniciado o processo de logística e programação das atividades pelas equipes das prefeituras regionais”, reforçou a nota.

Procurado, o supermercado ainda não se manifestou.

Rua Adolfo Lazzari Foto: Renata Okumura

Na zona norte. Na zona norte, na Rua Adolfo  Lazzari, na altura do número 177, carros estacionados em frente a uma oficina tiram a tranquilidade de moradores. “Tem ‘pancadão’ todos os dias. Som alto perturba o tempo todo. Não há respeito”, reclamou o morador Ricardo Ferreira.

Na zona leste. Na Rua Antônio Camacho, altura do número 200, moradores reclamam de vizinhos barulhentos. “A bagunça começa na sexta e vai até domingo à noite”, ressaltou Lourde Cyrilo. Segundo a moradora, é impossível conviver com o barulho e música alta.

Em relação ao problema apontado na zona leste, a Prefeitura Regional São Miguel informa que nenhum registro de reclamação foi efetuado. Entretanto, o local será incluído para vistoria nos próximos dias e, contatadas as irregularidades, as medidas cabíveis serão realizadas.

Entrada da Favela de Paraisópolis, na zona sul Foto: Renata Okumura

+++ Leia também: Queixas por barulho em SP envolvem ‘pancadão’ e até comércios locais

Na zona sul, moradores do Morumbi reclamam do barulho ensurdecedor que é provocado todos os domingos na Rua Wilsom com a Rua Itapeim, na Favela de Paraisópolis. José Alberto mora na Rua José Carlos de Toledo Piza, que fica há 500 metros do local, e consegue ouvir nitidamente o barulho.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

BarulhoPinheirosqueixa