Moradores cobram serviço de poda de árvore na zona sul de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores cobram serviço de poda de árvore na zona sul de SP

No centro da cidade, a queixa é por causa do excesso de lixo e falta de varrição

Renata Okumura

28 de junho de 2019 | 16h48

SÃO PAULO – Há seis meses, moradores da Alameda dos Uapés com a Avenida Ceci, no Planalto Paulista, na zona sul da cidade, cobram o serviço de poda de árvores.

O morador Luiz Dias afirma que a vegetação foi plantada ao lado de fiação elétrica. Sempre que cresce, atinge fios, o que provoca insegurança aos moradores da região.

“As árvores foram plantadas do lado da fiação elétrica. Quando os galhos crescem, atingem a fiação e há risco em dias de ventania. A situação pode se agravar em dias de chuva”, disse Dias.

A Subprefeitura Vila Mariana informa que foi realizada vistoria na Alameda dos Uapés. A administração regional realizará os trâmites legais para a poda das árvores.

“Os laudos serão publicados no Diário Oficial da Cidade e, após 10 dias da data de publicação, o serviço entrará na programação de serviço das equipes”, destacou.

Foto: Leitor do Estadão

Lixo

Quem frequenta a Avenida São João, na região central da cidade, relata que há muito lixo nas proximidades. Do ponto de ônibus em frente ao número 1.073, munícipe, que preferiu não se identificar, observa o excesso de lixo, que provoca mau cheiro e atrai ratos. Ele cobra serviço de varrição.

“Todos os dias esse lixo, mau cheiro e a presença de ratos. Péssima imagem da cidade, devido ao descaso das autoridades”, reforçou.

A Subprefeitura Sé e Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) informam que, diariamente, equipes de zeladoria realizam serviços de varrição em dois períodos na Avenida São João: manhã e noite.

“Vale ressaltar que a administração regional reforçará os trabalhos de zeladoria no local mencionado. A colaboração da população é fundamental nesses casos, pois o lixo jogado na rua pode entupir os bueiros, podendo ocasionar o mau cheiro”, esclareceu a nota.

A Amlurb informa que, somente na região da Sé, referente à varrição e varrição mecanizada, foram coletadas, entre janeiro e março de 2019, aproximadamente 4.500 toneladas de resíduos.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Tudo o que sabemos sobre:

lixoCentroÁrvoresPlanalto Paulistapoda

Tendências: