Moradores reclamam de árvores sem poda e com risco de queda
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores reclamam de árvores sem poda e com risco de queda

Segundo relatos, pedidos à Prefeitura e à Eletropaulo demoram para ser atendidos

Ludimila Honorato

01 Novembro 2018 | 09h14

A cidade de São Paulo tem poucas árvores nas ruas e algumas das que existem ficam sem poda e em risco de queda, segundo relatos de moradores. A capital paulista ocupa a terceira pior posição quando o assunto é cobertura verde no viário urbano. É o que aponta um estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) do ano passado, em que o índice médio da capital é de 11,7% – considerando apenas a malha da cidade, sem contar os bolsões de mata ao sul e ao norte nem os parques.

Em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, a moradora Cleide Santos afirma que há pelo menos dois anos pede à Prefeitura a poda de uma árvore que fica perto de seu imóvel. Segundo ela, folhas de galhos que cresceram sobre o telhado da casa acabam entupindo as calhas, o que causa prejuízos durante as chuvas. “Tive de indenizar um inquilino por esse motivo e não consigo alugar a casa de jeito nenhum”, diz Cleide, cujo imóvel fica na Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto.

Galhos de árvore chegam ao telhado do imóvel. Foto: Cedida por Cleide Santos

A moradora afirma que “a Prefeitura joga (a responsabilidade) para a Eletropaulo”, mas nada se resolve. Em resposta ao Blitz Estadão, a Subprefeitura Pinheiros diz que “já encaminhou um ofício solicitando apoio operacional da Eletropaulo para executar a poda da árvore citada, por se tratar de um exemplar em contato com a rede elétrica”.

Já a Eletropaulo, após contato da reportagem, disse que “equipes da concessionária foram ao local e identificaram que a árvore não possui riscos à rede elétrica, porém há galhos sobre a residência da cliente. Nossa operação está em contato com a Prefeitura para definir um atendimento em conjunto para retirada destes galhos”.

Também em Pinheiros, na Rua João Moura, a moradora Vivian Lobato afirma que, em frente à casa dela, há uma árvore com risco de queda. “É uma árvore linda, grande e muita antiga que necessita urgentemente de poda. Para piorar, se a árvore cair, cai na minha casa”, diz.

Árvore na Rua João Moura traz apresenta risco de queda. Foto: Cedida por Vivian Lobato

Ela afirma que, junto com uma vizinha, solicitou a poda para a Prefeitura em novembro de 2017 e também em fevereiro deste ano. Vivian diz que já conversou com funcionários do órgão público sobre a questão, mas, segundo ela, “eles prometem e não vêm”.

A moradora diz, ainda, que ligou para a Eletropaulo, já que alguns galhos estão em contato com a rede elétrica, e pediu urgência no serviço. “Eles vieram, fizeram um paliativo, mas para realizar a poda completa precisam que a Subprefeitura entre em contato com eles para fazerem ação conjunta”, afirma. Segundo ela, não há resposta positiva de nenhum dos órgãos.

A Subprefeitura afirma que já encaminhou ofício à Eletropaulo, pois precisam da concessionária para realizar a poda. O órgão explicou à reportagem que quando os serviços dependem apenas dele para execução, são realizados de acordo com uma programação, sem depender de outros. No entanto, quando a árvore está em contato com a rede elétrica, os podadores da Prefeitura não podem realizar o serviço por questões de segurança.

Galhos entre a rede elétrica traz riscos durante período chuvosos, relata a moradora. Foto: Cedida por Vivian Lobato

A Eletropaulo informa que o projeto para a execução do serviço foi aprovado e deve ser realizado ainda esta semana. A companhia explica que, após o recebimento do ofício por parte da Prefeitura, a concessionária inclui o endereço em sua programação e comunica a Prefeitura.

“A distribuidora esclarece que somente realiza poda de árvores que estão próximas ou em contato com a rede elétrica, com autorização da Prefeitura Municipal. Esse processo tem como objetivo preservar a segurança da rede e garantir o fornecimento de energia, diminuindo a chance de ocorrências”, informou em nota.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9 7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

ÁrvorepodaEletropauloBlitz Estadão