Moradores reclamam de entulho na região do Ceagesp
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores reclamam de entulho na região do Ceagesp

População cobra fiscalização para evitar descarte irregular e criação de pontos viciados em vias públicas

Renata Okumura

05 de junho de 2019 | 17h23

SÃO PAULO – O descarte irregular de entulho em vias públicas é crime, no entanto, a prática ocorre cada vez com mais frequência na capital paulista.

Quem mora nas proximidades da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) relata que a situação é muito preocupante. Além de lixo, há resto de material de construção e até pedaços de móveis na Rua Xavier Klaus, na altura número 1.140, atrás do Ceagesp 2.

Rua Xavier Klaus. Foto: Leitor do Estadão

O Ceagesp é considerado um dos principais centros de distribuição de verduras, legumes, frutas, pescados e flores da América Latina. Muitas pessoas e comerciantes frequentam o local.

“É preciso conscientizar as pessoas e multar aqueles que insistem em sujar as ruas. Há risco de doenças também. E muitas vezes, os pedestres precisam andar na rua porque as calçadas ficam ocupadas por lixo”, disse moradora que preferiu não se identificar.

A Subprefeitura Lapa informa que enviou uma equipe de limpeza urbana até o local e retirou os entulhos.

Além disso, por tratar-se de um ponto viciado, uma ação de inteligência está ocorrendo paralela às remoções do material, visando o flagrante dos infratores.

“As pessoas jogam qualquer tipo de lixo na rua. É importante dizer que independentemente do tamanho ou quantidade, tudo vai prejudicar o meio ambiente. Podemos observar os danos em dias de chuva também com bueiros entupidos e enchentes”, reforçou a estudante Simone Nogueira.

A Secretaria Municipal das Subprefeituras informa ainda que o descarte irregular de entulho em vias públicas é passível de multa no valor de até R$ 16.003,53, conforme a Lei de Limpeza Urbana, nº 13.478/02, artigo 185, além de ser considerado crime ambiental.

Em 2018, foram realizados mapeamentos quadrimestrais de pontos viciados de descarte irregular, sendo que no primeiro foram identificados 3.026, no segundo 2.823 e, no último, 2.615 pontos.

Buraco na via

Morador afirma que foi feita pintura de faixa de pedestres em cima de asfalto esburacado na rua Paraguaçu com a rua Monte Alegre, em Perdizes, na zona oeste da cidade. “Pintaram e repintaram a faixa em cima de buracos e de depressão de calçada”, disse o morador Renato.

A Subprefeitura Lapa informa que a equipe da Supervisão Técnica de Projetos e Obras esteve no local e executou os serviços de tapa-buracos necessários na via. Além dos dois trechos relatados, outros pontos da rua Paraguaçu foram vistoriados e também receberam os serviços.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9 7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Tudo o que sabemos sobre:

lixoEntornoCeagesp

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: