Moradores reclamam de música alta em tabacaria da zona leste de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores reclamam de música alta em tabacaria da zona leste de SP

Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, por meio do PSIU, informa que o local citado pela reportagem está na programação para receber ações de fiscalização

Renata Okumura

28 Março 2018 | 10h54

SÃO PAULO – O excesso de barulho provocado por estabelecimentos como bares, tabacarias e restaurantes tem tirado a tranquilidade de moradores da capital paulista. Várias queixas foram recebidas pela Blitz Estadão.

Desta vez, a reclamação é de Hamilton Santos. Ele relata que uma tabacaria localizada na Avenida Miguel Achiole da Fonseca, 1.695, no Jardim São Paulo, na zona leste da cidade, tem causado transtornos aos vizinhos. O barulho começa no início da noite e vai até a manhã do dia seguinte.

Moradores reclamam de barulho provocado por tabacaria Foto: Hamilton Santos

“Cheguei em casa, por volta de 20h40, e a música estava alta e havia muito barulho. O local perturbou o sossego dos moradores até às 5h da manhã. O local deve ser fiscalizado”, reclamou.

Santos acrescenta que já existe um abaixo-assinado solicitando o fechamento do estabelecimento, em razão do desrespeito provocado.

+++ Mesmo após autuação, estabelecimentos desrespeitam lei do silêncio em SP

A Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, por meio do Programa de Silêncio Urbano (PSIU), informa que o local citado pela reportagem está na programação para receber ações de fiscalização.

“É importante que os munícipes busquem auxílio, em primeiro lugar, na regional responsável para que seja aberto o atendimento pelos canais do 156 ou nas praças de atendimento”, reforçou a nota.

+++ Barulho de obra tira a tranquilidade de moradores do Jardim Paulista

Na zona oeste, moradores reforçam que duas igrejas evangélicas localizadas na Rua Jaques Gabriel, números 20 e 64, utilizam caixas acústicas em alto volume.

“Sempre que fazem cultos, usam caixa acústicas em alto volume e sem qualquer isolamento”, relatou Eduardo Mesquita.

A Secretaria das Prefeituras Regionais informa que o local apontado pela reportagem será incluído na programação de fiscalização nos próximos dias.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.