Moradores reclamam de queda e falta de poda de árvores em SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores reclamam de queda e falta de poda de árvores em SP

No último fim de semana, segundo o Corpo de Bombeiros, foram registradas em média 150 ocorrências envolvendo queda total ou parcial de árvores

Renata Okumura

22 Maio 2018 | 12h43

SÃO PAULO – Depois da forte chuva que atingiu a capital paulista no último fim semana, moradores ainda se queixam de árvores que caíram e não foram recolhidas em algumas regiões da cidade.

Um dos registros foi na Avenida Professor José Maria Alkmin, na altura do número 300, no Butantã, na zona oeste. Segundo o Corpo de Bombeiros foram registradas, em média, 150 ocorrências envolvendo queda total ou parcial de árvores.

Avenida Professor José Maria Alkmin Foto: Google Street View

Moradores do Butantã também relataram que casas ficaram destelhadas e teve corte de água na região, por causa do rompimento de uma adutora.

+++ Queda de árvore deixa uma pessoa levemente ferida na Rua Itapeva

Em nota, a Sabesp informa que concluiu o reparo na adutora que abastece a região do Butantã e do Rio Pequeno na tarde desta terça-feira, 22. O abastecimento será normalizado gradativamente durante a tarde desta terça. A companhia reforça o pedido para que os moradores continuem economizando água até a normalização do fornecimento.

A reposição do asfalto no local será feita após a conclusão dos reparos na galeria de águas pluviais, cuja responsabilidade é da prefeitura. Foi o rompimento dessa tubulação do município, responsável pelo escoamento da água das chuvas, que provocou a quebra na adutora da Sabesp.

Os bairros afetados pela manutenção emergencial foram: Butantã, Cidade Universitária, Inocoop, Jardim Ademar, Jardim Bonfiglioli, Jardim Esmeralda, Jardim Ester, Jardim Matarazzo, Jardim Pinheiros, Jardim Previdência, Jardim Rizzo, Jardim Sara, Rio Pequeno, Rolinópolis, Vila Alba, Vila Gomes e Vila Polópoli.

Além da queda de árvores, moradores da capital paulista também cobram a realização de podas.

“Apesar de inúmeros pedidos feitos, a Prefeitura não poda uma árvore enorme que está em uma calçada da Rua Cônego Eugênio Leite, na altura do número 190, em Pinheiros, na zona oeste. Um caminhão que bateu nos grandes galhos da árvore chegou a arrancar fios de telefone. A árvore não para de crescer e há risco de queda em caso de forte chuva e ventania”, diz o morador Roger Cahen.

Em nota, a Prefeitura Regional de Pinheiros informa que fará uma vistoria na árvore citada na próxima semana, e, após constatada a necessidade, a poda entrará na programação de serviços dos próximos dias.

+++ Relembre: Galhos de árvores em fiação podem provocar acidentes no Jardim Europa

Alameda Joaquim Eugênio de Lima Foto: Renata Okumura

Falta de poda de árvores, lixeiras quebradas e iluminação precária estão entre as principais reclamações de quem mora e trabalha na Alameda Joaquim Eugênio de Lima, no bairro Jardim Europa, na zona oeste da capital paulista.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

ÁrvoreQuedapodaChuva