Motoristas reclamam de placas de sinalização encobertas por árvores na zona oeste de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Motoristas reclamam de placas de sinalização encobertas por árvores na zona oeste de SP

Subprefeitura da Lapa realizou vistoria no local; na zona sul, moradores se queixam de carros estacionados em cima de calçadas

Renata Okumura

10 de julho de 2019 | 10h32

SÃO PAULO – No cruzamento da rua Ferreira Alves com a rua Cotoxó, na Pompeia, na zona oeste da capital paulista, há uma placa de trânsito ‘Pare’ completamente encoberta por uma grande árvore. Segundo motoristas, o local é perigoso e há risco de acidentes.

“Há um ano peço providências. Há risco de acidentes de trânsito grave na região”, afirmou o motorista Alfredo Fernandes.

A Subprefeitura Lapa informa que fez uma vistoria no local na quarta-feira passada e tomará as devidas providências.

Queixa contra veículos estacionados irregularmente. Foto: Morador Mauro Gamero

Na Rua Nova York, na altura do número 520, no Brooklin Paulista, na zona sul, moradores se queixam de carros estacionados irregularmente em cima de calçadas, inclusive carros oficiais.

“Eu já perdi as contas de quantas vezes eu denunciei e documentei a existência de carros se utilizando da calçada em benefício de um estabelecimento comercial em detrimento do pedestre, que precisa andar pela rua”, disse o morador Mauro Gamero.

A Subprefeitura Pinheiros informa que realizou vistoria no local, a fim de verificar a obstrução do passeio público.

“Após o questionamento feito pelo jornal, foi feita uma vistoria, na qual dois veículos foram removidos do passeio e os proprietários dos imóveis e os condutores dos veículos orientados sobre a irregularidade do estacionamento e das sanções passíveis”, destacou a nota.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) colocou na sua rotina de fiscalização o local registrado e pede que, quando houver qualquer irregularidade, seja acionada pelo telefone 1188.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Tendências: