Rosas de Ouro arranca aplauso e gritos do público

Estadão

05 Março 2011 | 05h38

[galeria id=265]

A campeã do Carnaval 2010 entrou com o pé direito no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, com a promessa de manter o título em 2011. O desfile da Rosas de Ouro abusou do luxo, em roupas e alegorias, e cumpriu com exatidão o tempo permitido, de 65 minutos. As alegorias da escola, seis no total, levaram jogos de luzes e surpresas, que arrancaram aplausos e gritos do público. Uma delas, por exemplo, cobriu a passarela do samba de serpentina.

Outro carro espalhou confete sobre a avenida, fazendo chover prateado na avenida. A comissão de frente, que causou burburinho na concentração da escola, revelou-se apenas na avenida. Um suporte escondido sob cortinas alçou um integrante da escola, trajado de pássaro, em voo sob o público. As alas da escola surpreenderam também pelas coreografias bem ensaiadas e pela letra do samba na ponta da língua.

Antes do desfile, o carnavalesco Jorge Freitas havia antecipado que a escola trabalhou bastante o “chão da escola”, um dos pontos em que a escola não chamava tanto a atenção. Com o enredo ‘Abre-te Sésamo, a Senha da Sorte’, a escola espalhou sobre a avenida símbolos e objetos que mexem com a superstição de diferentes povos.

Um dos carros levou uma grande reprodução de um dragão chinês, símbolo da sorte. Outra alegoria reproduziu uma cigana acompanhada de cartas de tarô, artefatos que, segundo a crença popular, têm o poder de prever o futuro. O desfile da Rosas de Ouro representou ainda os jogos de azar que, apesar do nome, podem trazer recompensas aos que têm sorte.

Ao fechar o portão, no final do desfile da escola, a presidente da agremiação, Angelina Basílio, ressaltou que a apresentação foi perfeita e que impressionou a ela mesma. Os integrantes da escola, na dispersão, já comemoravam: “É bicampeão! É bicampeão!”. (Gustavo Uribe)

Acompanhe aqui as fotos da festa. Direto do Anhembi, a reportagem do Estadão.com.br segue os melhores lances da folia pelo Twitter @metropole_oesp. Siga!

Confira o samba-enredo da Rosas de Ouro:

Eu tenho a sorte de ser feliz

Abençoado pelo criador

Minha estrela vai brilhar

Essa avenida é o meu lugar

Sou roseira, vou te levar

Hoje a sorte vai me acompanhar!

Abre-te Sésamo

Um tesouro vai se revelar

É de ouro a rosa a florescer

Para o nosso sonho se realizar

O destino estava escrito

Em nossa imaginação

A vida não passa de um jogo

Eu quero ser campeão!

Vou proteger meu caminhar, eu vou!

Minha sorte onde andará? Chegou!

Nessa conquista, eu tenho fé

Na minha rosa, meu amor, “deu bem-me-quer”

Ah cigana…

Segredos vão se desvendar

Os caminhos, em nossas mãos vão se encontrar

É divino, o futuro que virá!

Quem dera o bilhete premiado

Sentir a emoção do resultado

Vou acreditar, entrei no jogo para ganhar!

Rosas de ouro, pode apostar!

Canta forte meu povo

Diz aí o que vai dar…

Mais conteúdo sobre:

Rosas de Ouro