Acompanhe ao vivo apuração do carnaval carioca

Estadão

13 Fevereiro 2013 | 15h00

A apuração do carnaval carioca está marcada para começar às 16h desta quarta-feira, 12. Serão analisados dez quesitos, cada qual com quatro jurados. As notas vão de 9 a 10. A menor por quesito será descartada. Apenas uma escola cairá para o Grupo A.

Os quesitos serão revelados na seguinte ordem: harmonia, conjunto, mestre-sala e porta bandeira, enredo, comissão de frente, alegorias e adereços, bateria, samba-enredo, fantasia e evolução. Em caso de empate, leva o título a escola que receber a maior nota em evolução.

Veja Também:

Acompanhe a apuração ponto a ponto

Beija-Flor e Vila Isabel são favoritas no Rio

Relembre como foram os desfiles no Rio

16h – Heloisa Aruth Sturm: Minutos antes do início da apuração, só dá Vila Isabel nas arquibancadas do sambódromo. O presidente da agremiação, Wilson Alves, o Wilsinho, disse estar ansioso pelo resultado. “Estou satisfeito pelo desfile e a expectativa é de título porque a Vila passou muito certinho na avenida”, disse. “A Vila vem se firmando como a escola da animação”. Sobre o clima na arquibancada, Wilsinho afirmou: “Este é um grande reflexo do desfile e dos comentários que recebemos. Nossa torcida é grande e os componentes são fanáticos”. A rainha de bateria Sabrina Sato também está na Sapucaí para acompanhar a apuração.

16h05 – Clarissa Thomé: Presidente da Mangueira, Ivo Meirelles disse que as duas baterias não prejudicaram a escola, apesar de ritmistas ainda estarem no recuo poucos minutos antes do prazo regulamentar para o fim do desfile. “As duas baterias foram a única coisa que emocionou verdadeiramente o carnaval 2013. Não foram as baterias que ficaram presas na torre”, afirmou Meirelles. Ao contrário do que disse o interprete Luizito, o presidente disse ainda que não há como rever o número de componentes da escola. “A Mangueira é muito grande, tem mangueirense em todo o País e a gente não pode dizer quem vai ou não desfilar. Temos que estar preparados para tudo.”

16h06 – Clarissa Thomé: Ricardo Fernandes, diretor de carnaval da Unidos da Tijuca, disse que a escola não pode ser penalizada pelos problemas ocorridos com o carro abre alas. A alegoria desacoplou no setor um e na dispersão. Segundo ele, no setor um a escola ainda não estava sendo avaliada e na dispersão os diretores conseguiram com que os componentes deixassem a Sapucaí sem problemas até o reparo do carro. Sobre o fato de Paulo Barros não ter provocado grandes reações das arquibancadas, Fernandes disse: “Não vi nenhuma escola que emocionou. As escolas não estão desfilando para comover o público, mas para fazer um desfile dentro dos quesitos técnicos. A Tijuca fez isso.”

16h14 – Heloisa Aruth Sturm: Conforme previsto, a Estação Primeira de Mangueira foi punida em seis décimos pelo atraso de seis minutos no tempo máximo de desfile, de 82 minutos. Por causa de problema no último carro, a escola só terminou a apresentação com 88 minutos.

16h31 – Heloisa Aruth Sturm: Após a divulgação das notas dos dois primeiros quesitos sorteados (harmonia e conjunto), Vila Isabel está na liderança. A escola foi a única a receber nota 10 de todos os jurados. A menor nota em cada quesito é descartada.

16h53 – A porta Bandeira da Mangueira, Marcella Alves, reagiu com lágrimas às notas máximas que recebeu. “Não somos da comunidade, o desafio é muito maior”, afirmou. Ela foi abraçada pelo presidente da escola, Ivo Meirelles. “Lutei muito por vocês”. Os ensaios do casal começaram em setembro.

17h – Heloisa Aruth Sturm: Após a divulgação das notas dos cinco primeiros quesitos, a Unidos de Vila Isabel continua na frente, seguida por Unidos da Tijuca, Beija-Flor e Imperatriz Leopoldinense. A escola líder perdeu seu primeiro décimo no quesito comissão de frente.

17h18 – Heloisa Aruth Sturm: A três quesitos do fim da apuração, Unidos da Tijuca e Vila Isabel agora estão empatadas na liderança. A bateria da Tijuca foi perfeita na avaliação dos jurados; já a da Vila perdeu dois décimos.

17h23 – Heloisa Aruth Sturm: Faltam somente dois quesitos (fantasias e evolução) e, depois da leitura das notas de samba-enredo, a Vila Isabel retomou a liderança. A Beija-Flor reassumiu o segundo lugar e a Unidos da Tijuca caiu para terceiro. A única escola a receber nota 10 dos quatro jurados em samba-enredo foi a Portela.

17h27 – Clarissa Thomé: O cônsul geral adjunto da Alemanha, Carmo Dix, acompanha a apuração na Marquês de Sapucaí, na mesa da Unidos  da Tijuca, escola que levou para a avenida a história do seu país. Dix destoa dos demais componentes da escola – apesar do calor, veste camisa social de manga comprida. Mas deixa de lado toda diplomacia ao comemorar quando concorrentes como Beija-Flor e Vila Isabel perdem décimos.

17h30 – Heloisa Aruth Sturm: Só faltam as notas do quesito evolução e a Unidos de Vila Isabel tem vantagem de três décimos sobre a Beija-Flor, em segundo lugar. A Unidos da Tijuca, que chegou a ficar empatada com a Vila, agora está em terceiro.