Águia de Ouro é única escola punida antes de apuração começar; enredo será critério de desempate

Estadão

12 Fevereiro 2013 | 14h35

AguiadeOuro_Divulgacao.jpg

Foto: Divulgação

Tiago Dantas, São Paulo – Apenas uma escola de samba do Grupo Especial do carnaval de São Paulo foi penalizada por problemas no desfile. A Águia de Ouro, que estourou o tempo máximo para a apresentação, vai perder 1,1 ponto na apuração – um ponto por ter estourado e 0,1 pelo minuto excedente.

A Liga das Escolas de Samba divulgou, também, a ordem da leitura dos quesitos: Comissão de Frente, Evolução, Fantasia, Bateria, Alegoria, Harmonia, Samba-Enredo, Mestre-Sala e Porta Bandeira e Enredo.

Enredo será o primeiro critério de desempate. Caso o empate persista, os outros critérios seguem na ordem inversa da divulgação da nota. Após Enredo, portanto, o próximo patamar para o desempate é a nota de Mestre-Sala e Porta Bandeira.

A apuração está prevista para começar às 16h desta terça-feira, dia 12, no sambódromo do Anhembi, zona norte. Este ano, foram escolhidos cinco jurados para cada quesito. A maior e a menor nota, que podem ter até uma casa decimal, serão descartadas.