Gaviões nega ter infiltrado fogos para dentro do Sambódromo

Estadão

12 Fevereiro 2013 | 14h45

Artur Rodrigues, São Paulo – O diretor de Carnaval da Gaviões da Fiel, José Cláudio de Morais, o Dentinho, negou que a escola tenha contrabandeado fogos proibidos para dentro do Sambódromo no último sábado, como afirmou a Polícia Militar. “É impossível isso. Olha a altura disso aqui”, disse.

Ele afirmou que a contagem dos votos será menos animada sem a torcida, que ficou de fora do evento neste ano. “Aquela gritaria ajudava a distrair da tensão”, disse. Para ele, já que a torcida foi vetada, o evento poderia ser num local fechado.

Dentinho acredita que a Gaviões está entre as favoritas, junto com a Mocidade Alegre, Rosas de Ouro e Vai-Vai.