Império de Casa Verde

Estadão

21 de janeiro de 2013 | 18h31

Desfile: Sábado, 09 de fevereiro, às 05h10

Enredo: Quem canta seus males espanta – para todo mal, a cura

Carnavalesco: Alexandre Lousada

Intérprete: Carlos Júnior (Carlão)

Brilhou o sol, iluminando um novo dia.
A Casa Verde está em festa,
Num ritual de magia.
Oh! Mãe natureza,
Com suas riquezas,

Emoldurada pelo Criador,
Um lindo jardim se ergueu,
A sabedoria enfim floresceu.
Do Egito veio a medicina,
A cura divina, vontade dos deuses.
Dos elementos, energia milenar
No Oriente o equilíbrio alcançar.

Atotô Obaluaiê… Obaluaiê!
Peço a sua proteção, eu peço axé.
Curandeiro, sou a cura e a salvação,
Canto meu destino em oração (agô… agô!)

Quero falar de amor,
A saudade se foi,
Não vamos chorar.
Uma terapia pra curar a dor,
O nosso remédio é sambar.
Aplausos a quem pela vida sempre lutou
E assim mostrou, que a ciência é o caminho a seguir.
Quem canta seus males espanta.
A minha voz ninguém vai calar,
Imperiano eu sou,
Não desisto de lutar!

Império é amor, paixão,
A cura do corpo e do coração.
Meu tigre guerreiro, é raça e emoção,
A força de uma nação!

Site: www.imperiodecasaverde.com.br

Fundação: 27/02/1994

Tendências: