José Eduardo Cardozo comparece ao sambódromo e diz que não estará na disputa para o governo do Estado

Estadão

09 Fevereiro 2013 | 00h28

Artur Rodrigues e Nataly Costa – O Estado de S.Paulo

O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo esteve no sambódromo e garantiu que não estará na disputa para o governo do Estado. “Eu não sei quem será o candidato (do PT), só que eu não serei”, disse.

Ele disse também que o governo federal disponibilizou a Guarda Nacional e vagas em presídios federais para ajudar com a crise da segurança em Santa Catarina. Agora, a decisão sobre aceitar ou não as ofertas é do governo catarinense.

Na crise envolvendo São Paulo, no ano passado, o governo federal fez oferta parecida. Ao final, o Estado aceitou vagas em presídios federais e a criação de uma agencia de inteligencia. “Está dando muito certo. Só que de inteligencia a gente não fala para não atrapalhar”, disse.

No ano passado, Cardozo trocou farpas com o ex-secretário estadual de segurança pública de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que minimizou a ajuda do governo federal durante os ataques do PCC. O ministro diz que tem uma boa relação com o atual secretário, Fernando Grella, que conhece há muito tempo. “Ele é uma pessoa próxima e o respeito muito. Também tinha uma boa relação com o Ferreira Pinto, mas existiram alguns momentos de tensão”