Mocidade aposta na união entre samba e rock

Estadão

11 Fevereiro 2013 | 01h54

Equipe AE

A Mocidade Independente de Padre Miguel fez uma aposta ousada este ano na Sapucaí. No templo do samba, a escola abriu espaço para o rock’n’roll. Com o enredo Eu vou de Mocidade com Samba e Rock in Rio – Por um mundo melhor, a agremiação contou a história do maior festival de música realizado no País.

[galeria id=5820]

+ Confira a ordem dos desfiles do Rio
+ ESPECIAL: saiba tudo sobre o Carnaval 2013
+ Sobrevoo virtual mostra estrutura da Sapucaí; assista

Veja os destaques da agremiação:

02h52 – TIAGO ROGERO: A Mocidade Independente de Padre Miguel, do carnavalesco Alexandre Louzada, veio para a Marquês de Sapucaí com o Rock in Rio como enredo. Os organizadores do festival de música, inicialmente, desconversavam sobre patrocínio à escola. O dinheiro demorou, mas em 2013 duas empresas parceiras do Rock in Rio deram à Mocidade R$ 2,2 milhões.

03h10 – TIAGO ROGERO: O roqueiro Serguei, que completará 80 anos em novembro, vem como destaque na comissão de frente da Mocidade Independente de Padre Miguel, que fala sobre o Rock in Rio. “Hoje, aqui, o rock é convidado do samba. Não tem dessa de jogar um contra o outro, tudo é música”, disse Serguei. O coreógrafo Jaime Arôxa contou que alguns acharam uma “loucura” trazer Serguei na comissão, que tem uma parte em alegoria e outra no chão. “Ele está muito bem acompanhado, tenho um anjo da guarda com ele”, disse. A alegoria e as roupas da comissão misturam referências de Brasil e EUA, que fazem alusão ao samba e ao rock.

1_serguei.jpg

03h19 – TIAGO ROGERO: No carro abre alas Hoje é Dia de Rock, covers de artistas que passaram pelo festival, como Cazuza, Raul Seixas, Renato Russo e Whitney Houston vão chegar em um “cadillac alado”.

1_cazuza_raul_renato.jpg

03h24 – TIAGO ROGERO: O personagem Fred Mercury Prateado, do humorista Eduardo Sterblitch, marca presença no segundo carro, Rock in Rio 1 – Da Lama Brota a Flor da Paz.

1_prateado.jpg

03h35 – ANTONIO PITA: Destaque do desfile da Mocidade, o cantor Evandro Mesquita vai relembrar seu show no Rock in Rio com a banda Blitz. “São 30 anos de Blitz para comemorar na Sapucaí! É o momento de lembrar como a gente era. A escola mistura rock e samba, sem fronteiras”, conta o músico, que promete surpresas em sua apresentação. Ele fará uma participação com um solo de guitarra em pleno desfile.

1_blitz.jpg

03h40 – TIAGO ROGERO: Pouco antes de entrar no segundo recuo, a bateria da Mocidade levantou o público ao fazer uma paradinha de cerca de 30 segundos. Durante a parada, os integrantes da bateria fizeram coreografia, trocando de posições.

03h51 – EQUIPE AE: A Mocidade entrou na Sapucaí com 3.600 componentes, em 38 alas, para buscar um resultado melhor que o do ano passado, quando ficou em 9º lugar, ao levar à avenida a arte do pintor Cândido Portinari.

1_comissao_mocidade.jpg

04h08 – ANTONIO PITA: Camila Alves, rainha da bateria da Mocidade, desfilou como a popstar do futuro, tema da sua fantasia. “Estou muito feliz, fui muito bem recebida pela comunidade! agora é só esperar o resultado”, comentou a rainha que estreou este ano no sambódromo do Rio, depois de desfilar em São Paulo.

O segundo carro da mocidade apresentou uma homenagem ao roqueiro Fred Mercury, que se apresentou na primeira edição do Rock in Rio, em 1985. A alegoria contou com 50 integrantes pintados de prata e com o característico bigode que até hoje marca o cantor.

A modelo Angela Bismarck foi um dos destaques da Mocidade na ala que lembra a edição espanhola do festival, realizada em Madrid em 2012. “Não importa quantas vezes eu entre na avenida, é maravilhoso.” A modelo desfilou como destaque de chão, à frente do sexto carro alegórico. O carro teve problemas em uma das esculturas, que simbolizava um touro com movimentos articulados. A escultura desfilou danificada pois não conseguiu passar sem bater em um viaduto.

1_angela.jpg

O último carro da mocidade reuniu astros atuais da música brasileira, como Elza Soares, Paula Toller, George Israel Marcelo Yuka, e músicos das bandas NX Zero, Jota Quest e outras bandas. O destaque da alegoria foi o idealizador do Rock In Rio, ROberto Medina. No final do desfile, a Mocidade levantou o público durante a passagem pelo sambódromo.