Serra Negra (SP) proíbe bebida em garrafa no carnaval

Estadão

08 Fevereiro 2013 | 14h56

Por José Maria Tomazela

SOROCABA – A venda de bebidas alcoólicas em garrafas está proibida durante o carnaval na região central de Serra Negra, a 142 km de São Paulo. Segundo a prefeitura, a medida foi tomada para garantir a integridade dos foliões e evitar o consumo excessivo de álcool. Bebidas em latas de alumínio continuam liberadas, mas a venda será fiscalizada. A proibição ao vidro visa a evitar que pessoas se firam com os cacos em caso de quebra.

No interior de restaurantes e bares fechados, o consumo é permitido apenas para pessoas acomodadas em mesas e sob a responsabilidade do estabelecimento. O descumprimento acarretará multa de R$ 1 mil e pode levar à cassação da licença para funcionar.

Equipes da prefeitura com apoio da Polícia Militar e Promotoria Pública vão fiscalizar o consumo de bebidas em todos os locais de eventos públicos. A prefeitura contratou ainda 105 seguranças particulares para reforçar a vigilância. Também está proibida na cidade a venda e uso do gás propabonubato em aerosol, conhecido como gás de buzina. O comerciante pode ser multado em R$ 5 mil e o usuário, em R$ 500. No carnaval de 2007 uma jovem de 25 anos morreu após inalar o gás, levando o município a baixar lei própria.

A prefeitura espera 60 mil pessoas durante os quatro dias de folia na cidade que integra o Circuito das Águas Paulista. Os desfiles e apresentações vão ocorrer na região central, ao longo da Avenida Laudo Natel e nas praças do Sesc e João Zelante, e fora do centro, no recinto de exposições do bairro das Palmeiras.

O chamado Carnaval Bem Legal começa neste sábado às 15 horas, com apresentações de aerodança, pagode e axé em três palcos. Às 20 horas, começa o desfile dos seis blocos locais na avenida Laudo Natel. A Corte do Carnaval e as três escolas locais – Estrela Guia, Fanjov e Império Negro – saem no domingo, 10, a partir das 20 horas.

Cada escola recebeu R$ 41,8 mil para se preparar para o desfile. Os blocos receberam até R$ 8,8 mil cada. Na segunda-feira, a cidade recebe escolas de Bragança Paulista e Jundiaí. Os campeões do carnaval serão conhecidos no desfile de terça-feira.