Prazer da Tom Maior faz avenida virar parque de desejos

Estadão

10 Fevereiro 2013 | 01h34

Equipe AE

Quarta a desfilar nesta madrugada de domingo, a Tom Maior empolgou o público com seu enredo sobre o prazer. Sem avançar no tempo regulamentar, a agremiação do bairro de Pinheiros, zona oeste da capital paulista, fez da avenida um parque temático com a manifestação do desejo sob variadas maneiras.

[galeria id=5811]

A comissão de frente trouxe um portal mágico para o parque dos desejos, traduzido por um buraco de fechadura. Seus integrantes atuaram como personagens de Nelson Rodrigues, em referência à adaptação televisiva da obra do dramaturgo “A vida como ela é”. Mais real ainda para o prazer foi um destaque masculino seminu. A espécie de ícone de Adão veio no abre-alas, que também disparou metros infindáveis de serpentina ao longo do percurso.

A bateria, do mestre Carlão, entrou no recuo exibindo tons de vermelho, laranja e amarelo, tudo para simbolizar o “fogo do desejo”. Na ala Tentação, integrantes foram serpentes e liderados pela passista Tania Oliveira, que mostrou muito samba no pé com a fantasia de 25 quilos.

Em outra alegoria sobre a Idade da Pedra, a plateia ganhou seu passaporte para o prazer, com a modelo e atriz Angela Bismarchi como destaque. Fantasiada de felina, com toda sua sensualidade retratou o sexo animal da pré-história. E a artista contou que o adereço para a alegria custou em torno de R$ 20 mil.

+ Ouça os enredos das escolas de SP
+ Confira a ordem dos desfiles de São Paulo
+ ESPECIAL: saiba tudo sobre o Carnaval 2013

Depois da alegoria do Jardim do Eden, a escola veio com a ala Arte Rupestre, com fantasias que trouxeram detalhes de caveirinhas em atos sexuais e outros de fósseis. Dando sequência à temática da luxúria, vieram eunucos e bacanais, seguidos por uma alegoria com um imenso Deus Baco seminu desfrutando de um cacho de uvas.

Outra surpresa veio da ala das baianas, caracterizadas de Vênus, deusa do amor da mitologia romana e também primeiro nome de preservativo: camisa de vênus.

Um salto para o Oriente revelou o erotismo de gueixas no teatro japonês Kabuki e a China entrou no samba com a ciência milenar no aprimoramento dos preservativos. Gregos, romanos e o harém de mil e uma noites com Sherazade também marcaram presença, além de alquimistas e bruxas.

Até o fundador da psicanálise, o austríaco Sigmund Freud e a mente humana foram lembrados pela Tom Maior em muitas representações de fetiches variados. Para o psicanalista, “a sede de conhecimento parece ser inseparável da curiosidade sexual”.

Veja os destaques da agremiação:

02h33: Quarta escola a desfilar nesta segunda noite do carnaval paulistano, a Tom Maior defende o enredo Parque dos Desejos – O Seu Passaporte para o Prazer.

02h45: Sob o comando do mestre Carlão, os  300 ritmistas da bateria da agremiação, caracterizados de Fogo do Desejo, entram no recuo acompanhados pela rainha Andréia Gomes, mulher de Carlão.

02h56: “No balanço desta onda, eu vou te levar/ Em Roma brindar, luxúria/ Fazer de tudo pra te enlouquecer/ Só mesmo Vênus pra nos proteger”, canta o público na arquibancada.

03h09: A agremiação traz ao Anhembi aproximadamente 3.200 integrantes, distribuídos em 21 alas e cinco alegorias, para falar sobre a sexualidade.

03h18: Jairo Pereira e Simone Gomes formam o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Tom Maior, escola fundada em fevereiro de 1973 e que luta pelo seu primeiro título no Grupo Especial do carnaval de São Paulo.

03h21 – SUZANA INHESTA: A ex-panicat Tânia Oliveira está desfilando na Tom Maior na madrugada deste domingo, 10, representando a fantasia sexual. Questionada sobre qual seria a fantasia sexual dela, a madrinha de bateria da escola afirmou que “isso deixa em quatro paredes, é segredinho”. “Mas carnaval é isso: tem que se liberar, ter prazer”, completou.

03h29: A Tom Maior encerra sua participação no segundo dia de desfiles, no qual revelou as curiosidades do mundo do prazer.