Unidos da Tijuca desfila dentro do tempo regulamentar

Estadão

11 Fevereiro 2013 | 00h10

Fábio Grellet – O Estado de S.Paulo

Apesar de problemas no carro abre-alas, que teve dificuldades para entrar na pista da Sapucaí e em alguns momentos se deslocou de forma muito lenta pela passarela, a Unidos da Tijuca cumpriu o tempo regulamentar de desfile sem registrar correria. O carnavalesco Paulo Barros e o presidente da escola, Fernando Horta, atravessaram a avenida atrás da última ala, e comemoraram a apresentação.

[galeria id=5818]

Embora a escola não tenha empolgado tanto nem apresentado efeitos tão surpreendentes como em anos anteriores, Paulo Barros foi reverenciado pelo público. Ele classificou o desfile como “perfeito”, mas admitiu não ter detalhes sobre a dificuldade que o carro abre-alas enfrentou para entrar na avenida. “É um carro complexo, havia um risco”, afirmou. “Meu sentimento é de dever cumprido. Estou satisfeito”, afirmou.

+ Confira a ordem dos desfiles do Rio
+ ESPECIAL: saiba tudo sobre o Carnaval 2013
+ Sobrevoo virtual mostra estrutura da Sapucaí; assista

Confira os destaques da escola:

1_rainha.jpg

23h53:
Problema com o carro abre-alas prejudica da evolução a escola na avenida.

00h00 – FÁBIO GRELLET: Atual campeã do carnaval carioca, a Unidos da Tijuca começou seu desfile pela Sapucaí às 23h52. A escola fala sobre a Alemanha. O carnavalesco Paulo Barros usou o deus Thor, figura da cultura germânica, como guia para apresentar ao público aspectos da cultura alemã.

00h08: Homens do Corpo de Bombeiros sobem no segundo carro-alegórico da escola, que segue pelo sambódromo.

00h22 – EQUIPE AE: Para festejar a Alemanha com jeito brasileiro, a Unidos da Tijuca cruza a Marquês de Sapucaí com aproximadamente 3.400 componentes, divididos em 31 alas e seis alegorias.

1_comiss__o.jpg

00h36: Nove bombeiros atendem uma destaque que passou mal em carro da escola.

00h38 – CLARISSA THOMÉ: O abre-alas que representou o Reino de Odin arrebata o público: entre raios e trovões, Thor voa por sobre o carro e é amparado por uma cama elástica, escondida na alegoria. A grandiosidade do carro alegórico, porém, pode prejudicar a escola – o carro empacou em alguns trechos da avenida, abrindo buracos na pista.

2_abre.jpg

00h51 – EQUIPE AE: O estandarte da agremiação, nas cores amarelo azul, é defendido pelo mestre-sala Marquinhos e pela porta-bandeira Giovanna.

1_porta_bandeira.jpg

01h00 – FÁBIO GRELLET E CLARISSA THOMÉ: Entre as surpresas da Unidas da Tijuca estava uma ala que montava Fuscas, juntando peças do carro, referência à Volkswagen, empresa alemã. As alegorias vivas, marca registrada do carnavalesco Paulo Barros, ficaram prejudicadas. O segundo carro, uma floresta encantada, teve dois princípios de incêndio.

1_fusca.jpg