Kassab comemora ausência da chuva no sambódromo

Estadão

12 de fevereiro de 2010 | 23h36

KASSABTQ009-p

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), chegou ao Sambódromo do Anhembi por volta de 22h30, acompanhado do presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho. Otimista disse que a chuva não castigaria a folia paulistana. “Mais uma vez São Paulo fez um grande carnaval. Não vai chover, o que é importante. E cumprimento todos os organizadores que tiveram muitos percalços para montar esse carnaval. Neste ano, tivemos uma situação um pouco fora da normalidade, por causa da chuva. Mas todas as escolas cumpriram suas missões e estão prontas para entrar na avenida”, disse Kassab.

Perguntado pela imprensa sobre as diferenças entre os desfiles do Rio e de São Paulo, Kassab deu uma resposta de estímulo à festa paulistana. “O carnaval do Rio esta cada vez mais maravilhoso e que São Paulo se esforce para cada ano estar melhor. Este ano já está melhor que o ano passado”, avaliou.

Diferentemente do ano passado, quando desfilava pela avenida, entre uma ida e outra ao camarote, o prefeito até as 23 horas ainda não havia passado pelo público. Questionado se temia alguma reação negativa do público, Kassab afirmou apenas esperar pela companhia do governador José Serra (PSDB). O prefeito falou também sobre o cancelamento da comemoração da campeã no sambódromo. “Prevalece o entendimento da PM.”

Kassab foi questionado também sobre a situação em que se encontra seu ex-colega de partido José Roberto Arruda, governador do Distrito Federal, que está preso, acusado de envolvimento em esquemas de corrupção. “Confio na investigação. Se for provado algo que a punição seja exemplar.” Após falar com a imprensa, Kassab foi comer pizza.

(Rodrigo Brancatelli, de O Estado de S. Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:

São Paulo

Tendências: