Átimo

Paulo Rosenbaum

13 Setembro 2018 | 11h38

Átimo

Presente instante
Inaudita presença
A insistir na interpretação

Estar já aqui pressupõe
Negar o automático
O nada anterior

Enquanto o mundo

Mescla fresca
De fixações

Flutuantes

Suspende juízos
Seleciona imagens
E em voos seletivos
Paradas de instantes

Comandos ativos
Dominados pelo costume

Intenso, ou fosco
Rompo, represento-me
Aqui, inteiro

Dispersão ou mergulho
Perdido na luta
Silencio ou barulho?

Ainda aqui
Preso no sonho
Átrios imanentes

No forro da memória
Até que agora
Oscilo, impermanente
Embora o mundo
Exija rendição
Reafirmo, não

Insisto na observação

Sem rito

Na vida não imposta
Escolha do estilo,

término, finito.

 

Mais conteúdo sobre:

Poema do instanteÁtimopoemapoesia