penúltima gota

penúltima gota

Paulo Rosenbaum

26 de setembro de 2014 | 17h07

 
 
cidade-deserto,
seca pelo avesso,
roga água
esboço,
pingo a pino, 
e na maré umedecida
a areia intempestiva
migra em chuvas
irriga aos goles,
vinga o mundo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.