Pela Liberdade e Democratas desde que

Paulo Rosenbaum

07 de fevereiro de 2021 | 22h04

Desde que nosso candidato ganhe

desde que censurem aqueles que espalham opiniões não validades por consensos que consagramos.

desde que se obedeça a interpretação de lei que reputamos a mais correta

desde que não contrarie postulados e dogmas que consideramos  pétreos

desde que se reconheça que alguns fatos são mais verídicos do que outros

desde que a linguagem que propomos seja obedientemente adotada

desde que se respeitem as convicções dos lideres que sigo

desde que as opiniões sejam controladas e julgadas por quem elegermos para arbitrar as interpretações divergentes

desde que a constituição esteja sendo interpretada por aqueles que tenham moral partidária ilibada.

desde que a central única de jornalismo tenha o monopólio da informação

desde que as redes sociais sejam monitoradas e devidamente processadas caso nossos auditores contratados constatem informação não compatível com a verdade da causa.

desde que a censura não seja aplicada aos nossos correligionários

desde que os demais sejam submissos a quem tem a opinião validada por intelectuais orgânicos alinhados.

desde que o discurso do ódio alheio seja violentamente coibido

desde que, à revelia da denuncia, tenhamos assegurado o direito de resposta

desde que as punições não atinjam nossos blocos.

desde que possamos brincar de oposição lúdica

desde que prevaleçam nossas teses justas e acima de qualquer  suspeita

desde que você saiba que estamos mais preparados do que vocês

desde que vocês fiquem inibidos com nossa gritaria,

desde que nossos slogans colem em nossas causas.

desde que silenciem aqueles que interferem com nosso barulho.

desde que conste entre nossos inalienáveis direitos que os deveres deles sejam vigorosamente fiscalizados.

desde que o rigor pleno da lei seja seletivamente aplicado.

desde que nossas regalias sejam oficialmente aceitas como direitos adquiridos.

desde que a prisão em segunda instância seja aplicada de acordo com a pessoa julgada.

desde que haja relativização do mal feito.

desde que o contraditório não nos contrarie

desde que a meritocracia saiba respeitar quem indicarmos como os primeiros da fila.

desde que sejamos reconhecidos como aqueles que detém o notório saber do bem comum

desde que as nossas prioridades sejam prioritárias.

desde que a diversidade seja selecionada por equipes ideologicamente alinhadas

desde que postagens apolíticas inocentes e superficiais não interfiram com os profissionais da política.

desde que quem foi bem votado possa fazer o que bem entender.

desde que haja apreço irrestrito às decisões equivocadas e do lado certo da história manipulada.

desde que haja apoio franco às hermenêuticas ininteligíveis dos poderes acima de qualquer suspeita.

desde que as escolhas sobre tua própria saúde passem a ser tipificadas no código penal

desde que destruam com obstinação furiosa aqueles que se opõem à nossa campanha de aniquilamento daqueles que odeiam.

desde que os conspiradores sejam eles.

desde que os nossos direitos sejam hegemônicos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.