Senatus interregnum

Senatus interregnum

Paulo Rosenbaum

02 de fevereiro de 2019 | 18h24

Notem que as palavras surpreendem e se transformam em metáforas auto-evidentes.

Fraude: falsidade, artificialidade, inverdade, papironga, logro, codilho, canudo, delusão, ouropel, falcatrua, embaçadelha, pulha, ribaldia, ribaldia, guilha, dolo, escatima, fraudulência, peça, traficância, alcavala, embuste, trampolinice, velhacaria, hipocrisia, embeleco, artífico, malícia, artimanha, carambolice. 

Batota, maroteira, caramilho, marosca, galezia, mofatra, maçada, manganilha, tranquibérnia, tranquibernice, trampa, garatusa, falácia, falcatrua, tolã, tolina, tratanlada, maniverisia, trama, escamoteção, baldrocas, intrujice, impostura, ligeireza da mesa, ligeireza de mão, esperteza, passe-passe.

 

Tendências: