A música que não saiu da boca de Baby e Pepeu no Rock in Rio

A música que não saiu da boca de Baby e Pepeu no Rock in Rio

Edmundo Leite

24 Setembro 2015 | 11h48

baby-consuelo-pepeu-gomes-oswaldo-jurno-estadao

Baseado sabe-se lá em que critérios artísticos, pessoais ou empresariais, o ex-casal maluco-beleza Baby (Consuelo) do Brasil e Pepeu Gomes não cantou no aclamado show no Rock in Rio 2015 uma das músicas mais legais (e ilegal por algum tempo) de seu repertório: “O Mal é o que Sai da Boca do Homem”.

?? Você pode, você pode, você pode
Você pode fumar baseado
Baseado em que você pode fazer quase tudo
 Você pode fumar baseado
Baseado em que você pode fazer quase tudo

Você pode fumar baseado
Baseado em que você pode fazer quase tudo
… ??
(veja letra completa e escute a música)

Lançada em 1980 no Festival MPB Shell da Rede Globo, a canção cheia de duplo sentido causou polêmica e alguma dor de cabeça para os artistas, na época um casal. A composição da dupla em parceria com o também ex-Novos Baianos Galvão cita uma frase bíblica no título e faz uma brincadeira com um dos nomes pelo qual é conhecido o cigarro de maconha: baseado.

Com a polêmica e a acusação de apologia ao consumo de tóxicos, Baby e Pepeu negavam em entrevistas que a letra quisesse dizer o que dizia. Mas a malucada adorou e a música virou um hino dos maconheiros do Brasil na época.

Depois que a música já estava na boca do povo, as autoridades foram para cima do casal, que acabou enquadrado pela Polícia Federal por apologia ao crime e por enganarem a censura, que aprovara a letra. O truque dos autores foi separar, no texto escrito, a expressão “você pode fumar” da palavra “baseado”. Cantada, a separação desaparece e a frase fica direta: “Você pode fumar baseado”.

Além da apreensão de discos e fitas com a música e do processo judicial, Baby e Pepeu ainda foram alvo de uma mega-operação da Polícia Militar num show em Niterói, quando foram detidos junto com dezenas de pessoas do público. O casal foi acusado de consumo de drogas por causa de três guimbas de cigarros de maconha encontradas no camarim do ginásio Caio Martins. No final do show, Baby incitou todo o público a ir à delegacia dar apoio moral aos detidos, muitos deles menores de idade.  Depois de passarem horas na delegacia de entorpecentes, artistas e fãs foram liberados sem serem autuados, por falta de provas.

Um ano depois, baseado sabe-lá em que alegações, pois o processo correu em segredo de Justiça, o Tribunal Criminal do Rio de Janeiro absolveu os artistas da acusação de apologia ao uso de drogas.

Baseado em que eles podem cantar quase tudo, a não ser o que não queiram, fica a sugestão para a inclusão da música nos aguardados, mas ainda não confirmados, próximos shows do ex-casal mais querido do Brasil.

Estadão – 20 de novembro, 1980

1980.11.20_baby-consuelo-do-brasil-pepeu-gomes-voce-pode-fumar-baseado

Jornal da Tarde – 25 de novembro, 1980

1980.11.25_JT_baby-consuelo-pepeu-gomes-prisão-niterói

 

Estadão – 5 de março, 1983

1983.03.05_baby-consuelo-do-brasil-pepeu-gomes-cometa-loucura

Baby e Pepeu numa ilustração em anúncio do programa Cometa Loucura

Estadão – 25  de julho, 1984

1984.07.25_baby-consuelo-do-brasil-pepeu-gomes

.1984.07.22_baby-consuelo-pepeu-gomes-show-palace-masculino-feminino