Émerson está fora da Copa do Mundo

Émerson está fora da Copa do Mundo

Edmundo Leite

02 de junho de 2002 | 08h45

Domingo, 02 de junho de 2002 – 08h45

Émerson está fora da Copa do Mundo

emerson02

Paulo Pinto/AE

Ulsan, Coréia do Sul – O volante Émerson – capitão do time e homem de confiança do técnico Luiz Felipe Scolari – está fora da Copa do Mundo, pouco mais de 24 horas antes da estréia. O jogador sofreu uma luxação no ombro direito durante um treino recreativo de reconhecimento do gramado do Estádio de Ulsan, onde o Brasil faz sua estréia na manhã desta segunda-feira e, segundo o médico José Luiz Runco, terá de ficar pelo menos quatro semanas em tratamento.

A CBF está consultando a Fifa para saber sobre a possibilidade de convocar um outro jogador para a vaga. Émerson deverá ser submetido a uma avaliação dos médicos da Fifa, que deverão confirmar ou não a gravidade da contusão. A partir do parecer destes médicos, a entidade vai autorizar a substituição. A decisão deve ser anunciada nesta segunda-feira.

Ainda não está definido se Émerson vai continuar com o grupo na Coréia. O volante só vai falar sobre o assunto nesta segunda-feira.

Há exatamente quatro anos, Romário era cortado da seleção por contusão e, ironicamente, Émerson foi convocado às pressas e disputou a Copa de 98, na França.

No treino recreativo, Émerson foi para o gol e num chute de Rivaldo, ele foi praticar a defesa e caiu de mau jeito em cima de seu ombro direito. A preocupação foi imediata. Émerson foi assistido pelo médico e deixou o treinamento com suspeita de luxação no local. “O doutor Runco pediu ao Émerson para que ele não movimente o braço direito”, informava o assessor de imprensa, Rodrigo Paiva.

O médico da seleção brasileira deixou o estádio de Ulsan rapidamente e foi para o hotel. O jogador aguardou o fim do treino para ir embora com os demais jogadores. Com o braço apoiado numa tipóia, Émerson não quis conversar com ninguém, aumentando assim o suspense em relação ao seu problema.

Antes de saber da gravidade do caso, os demais jogadores não conseguiam esconder a preocupação com a contusão de Émerson. “Se ele não jogar vai ser uma grande perda para a seleção, pois ele era o capitão do time”, lamentou o goleiro Marcos.

Edmundo Leite

(texto originalmente publicado no site da Copa do Mundo de 2002 do Estadão)