Faria Lima Plaza: a calçada esquecida pelo edifício bilionário no Largo da Batata

Faria Lima Plaza: a calçada esquecida pelo edifício bilionário no Largo da Batata

Edmundo Leite

10 de maio de 2022 | 08h08

Calçada da rua lateral não foi beneficiada pelo novo prédio em Pinheiros  

Esquina das ruas Teodoro Sampaio e Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida.  Foto: Edmundo Leite

Novo marco arquitetônico de uma das avenidas mais valorizadas da cidade de São Paulo, o edifício Faria Lima Plaza começou a funcionar no início de 2022 com uma imponência que vai além do visual. Os números superlativos apresentados ao mercado imobiliário e a chegada de inquilinos famosos do mundo corporativo ao prédio de 22 andares estão agitando a vizinhança com a expectativa de mudança do perfil de ocupação da área e valorização do entorno.

Um detalhe, porém, chama a atenção de quem circunda o edifício de vidros espelhados erguido no enorme terreno na junção do Largo da Batata com as ruas Teodoro Sampaio e Cardeal Arcoverde, em Pinheiros: a calçada da pequena rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida, numa das laterais do prédio, não foi beneficiada com a construção do empreendimento gigantesco.

Além de não estar padronizada com o restante do piso de ladrilhos no entorno do edifício de 40 mil metros quadrados, a calçada de 95 metros de extensão sofreu danos com as obras do Faria Lima Plaza. O mais visível na esquina da Teodoro Sampaio com a rua, onde o desnível deixado sem acabamento evidencia a diferença entre o calçamento da entrada principal do Faria Lima Plaza e o descaso com a calçada que abriga pontos iniciais de linhas de ônibus intermunicipais na rua lateral.

Edifício Faria Lima Plaza em Pinheiros. Foto: Edmundo Leite

Contraste – Salta aos olhos o contraste do acabamento da mureta construída pelo edifício rente à calçada, deixada com os problemas comuns de muitos passeios públicos da cidade: falta de manutenção, buracos, rachaduras e detritos de concreto atrapalhando e pondo em risco a segurança dos pedestres.

Segundo uma vendedora ambulante que trabalha no local, é comum ver pessoas tropeçando na esquina. Imagens capturadas do Google Maps em 2020 mostram que o mesmo local não tinha o desnível e que a rampa acessível da esquina estava em melhores condições que a atual, precariamente rebocada com cimento.

Passageiros na fila do ônibus ao lado do Faria Lima Plaza: Edmundo Leite

Responsabilidade – A Prefeitura de São Paulo diz em sua página sobre calçadas que “a manutenção das calçadas é uma responsabilidade do proprietário ou responsável pelo imóvel lindeiro a ela.” O edifício Faria Lima Plaza pertence aos grupos VR e XP.

Procurada pelo blog durante a primeira semana de maio através de tentativas de contato presencial no edifício, telefonemas, mensagens no site e por e-mail, a administração do Faria Lima Plaza enviou através da assessoria de imprensa InPress Porter Novelli a seguinte nota via e-mail na noite de segunda-feira, 9:

“O empreendimento Faria Lima Plaza esclarece que a obra encontra-se em fase final de entrega e que o reparo da calçada da Rua Manoel Carlos Ferraz de Almeida está previsto em cronograma para ter início em maio. O empreendimento reforça, ainda, que os reparos da calçada da Rua Teodoro Sampaio e do perímetro imediato confrontando a praça já foram executados.”

Seus mantenedores ressaltam também que têm interesse em manter um diálogo aberto junto aos órgãos responsáveis, bem como com vizinhos e com outros investidores da região, para promover melhorias no entorno.”

Também procurada há vários dias por ligação telefônica, e-mail e presencialmente em sua sede, a Sub-Prefeitura de Pinheiros não atendeu à visita ou respondeu as mensagens enviadas pelo blog.

Detalhe do limite do Faria Lima Plaza com a calçada lateral do prédio. Foto: Edmundo Leite

Investimento – Apesar do nome, a entrada do Faria Lima Plaza não está na avenida, mas no número 2.700 da rua Teodoro Sampaio. O edifício fica bem ao lado de uma das entradas da estação Faria Lima do Metrô e foi construído no terreno onde antigamente funcionou a Cooperativa Agrícola de Cotia. Depois da falência da cooperativa, o terreno recebeu projetos para a construção de outros empreendimentos, como um shopping, que não foram adiante. Por vários anos, o terreno ficou abandonado com uma enorme cratera com as fundações das obras abandonadas.

Com a inauguração da estação do Metrô, a revitalização do Largo da Batata e a avenida se tornando um local ícone de empresas de tecnologia, os investidores – VR Investimentos [do grupo Vale Refeição e Benefícios] e HSI [Hemisférios Sul Investimentos] –  decidiram construir o edifício classificado pelo mercado imobiliário corporativo como AAA, ou Triple A, insígnia para os imóveis com nível máximo de qualidade, padrão construtivo e tecnologia.

R$ 30 mil o metro quadrado – Segundo noticiou a publicação Brasil Journal em setembro de 2020, a XP Investimentos comprou os 40% da participação da HSI no empreendimento por cerca de R$ 30 mil o metro quadrado. Com a negociação através de um fundo imobiliário girando em torno de R$ 500 milhões, o valor de mercado do edifício Faria Lima Plaza estaria cotado em torno de R$ 1,2 bilhão.

Entrada do Faria Lima Plaza na rua Teodoro Sampaio. Foto: Edmundo Leite

Abraço – O projeto arquitetônico do Faria Lima Plaza é assinado pelas empresas KPF [Kohn Pedersen Fox Associates] e Kom Arquitetura, e as obras da construção foram realizadas pela Construtora Fonseca & Mercadante. Segundo o site oficial do Faria Lima Plaza, o conceito do projeto é o de “um abraço entre duas formas que se entrelaçam elegantemente e dinamicamente como em uma dança”.

O site também informa que “o Faria Lima Plaza obteve a pré-certificação LEED Gold concedida pelo US Green Buiding Council que fomenta a criação de edifícios sustentáveis, eficientes e econômicos, incorporando princípios de crescimento inteligentes, urbanização e construção verde.

Já se mudaram para o Faria Lima Plaza a gigante de vendas digitais Shopee e o escritório de advocacia Cescon Barrieu Advogados. Vizinhos do prédio comentam que a Amazon também estaria de mudança para lá, mas a empresa não confirma, dizendo que não comenta especulações e planos futuros.

Faria Lima Plaza e o vizinho Galeria Cidade de Pinheiros. Foto: Edmundo Leite

Calçada vizinha reformada a R$ 35 mil – Enquanto a calçada lateral do mega-edifício permanece em estado crítico meses após a chegada dos primeiros ocupantes, do outro lado da rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida, o antigo Edifício Galeria Cidade de Pinheiros, com salas comerciais alugadas à média de R$ 1.500,00 mensais e pequenos comércios e serviços populares no térreo iniciou a reforma da sua calçada que dá acesso ao Mercado Municipal de Pinheiros.

O síndico Sergio Chrysostomo contou ao blog que a reforma de todo o trecho, um pouco menor que o do Faria Lima Plaza, sairá por R$ 35 mil, rateados entre os condôminos em prestações de R$ 200,00 por 24 meses. A previsão é que a obra iniciada há poucos dias seja entregue na primeira quinzena de maio.

Veja fotos do Faria Lima Plaza e da calçada da Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida:

Faria Lima Plaza visto a partir da rua Butantã. Foto: Marcelo Tomaz

 

Entrada do Faria Lima Plaza na rua Teodoro Sampaio. Foto: Edmundo Leite

 

Bloco elevado com espelho d’água na entrada do Faria Lima Plaza. Foto: Edmundo Leite

 

Recepção do Faria Lima Plaza. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Calçada do Faria Lima Plaza na rua Doutor Manoel Carlos Ferraz de Almeida. Foto: Edmundo Leite

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.