Turma da Mônica capta a era dos protestos: cada um por si

Turma da Mônica capta a era dos protestos: cada um por si

Edmundo Leite

26 de maio de 2019 | 16h41

Quem passar por uma banca neste domingo, 26 de maio, poderá se deparar com uma publicação da Turma da Mônica lançada já há mais de um ano, com os personagens de Maurício de Sousa num protesto na capa do Almanacão número 1. Mas, em vez de uma causa comum, cada um tem sua demanda. As mulheres protestam por comida [Magali] , diversão e afeto [Mônica] e amor [Tina]. Já os homens fazem bullying [Cebolinha] e defendem causas como carro [Rolo] e falta de água [Cascão]. O elefante Jotalhão, com uma árvore em seu cartaz, trata do meio ambiente. As visões de mundo opostas são representadas por dois cartazes lado a lado: um com um círculo vermelho com listras horizontais erguido pelo personagem “Do Contra”, e outro com um quadrado azul atravessado por linhas diagonais empunhado pelo cachorrinho disforme Bugu. Acima de todos, o personagem Xaveco não empunha nenhum cartaz e faz o gesto de paz e amor com as duas mãos.

Capa do Almanacão n. 1 da Turma da Mônica

Tudo o que sabemos sobre:

Turma da MônicaprotestoMauricio de Sousa