Vagões separados

Edmundo Leite

01 Abril 2007 | 06h25

01.04.2007

Um dos principais pontos de interligação do transporte público de São Paulo, o terminal Barra Funda por várias vezes foi palco de tumultos e cenas de violência em dias de jogos dos grandes times de futebol na cidade. Mesmo em partidas de “uma torcida só” era comum – não sei se ainda é – acontecer problemas.

Certa vez, nos anos 90, por muito pouco não fui vítima de um desses tumultos quando voltava da faculdade para casa. Logo após subir as rampas de acesso à parte superior do terminal, deparei-me com vários torcedores do Corinthians correndo na minha direção. Eles pareciam fugir de algo assustador. Um grupo vinha da outra rampa que dá acesso a área onde ficam as bilheterias e outro das escadas rolantes de acesso às plataformas do Metrô e dos trens da CPTM. Muitos subiam as escadas rolantes correndo desesperadamente e pulavam as catracas para fugir do que os perseguia, mas que aquela altura eu ainda não consegui ver o que era. Leia a íntegra no blog Bate-Pronto