As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A alegria do feedback

Redação

27 Outubro 2011 | 22h30

O jornalista em início de carreira se acostuma rapidamente a ser avaliado, seja pelos professores, colegas ou pelos chefes. Porém, tantas avaliações não conseguem substituir àquela pela qual eles buscam desde que escolheram a profissão: a do leitor, ouvinte ou telespectador. A situação é angustiante. Sabemos que nossos textos provocam reações em quem os lê, mas raramente temos a oportunidade de receber nosso feedback. Às vezes, nem sabemos direito quem é nosso público realmente.
.
Com o perdão do senso comum, a opinião do leitor é o que dita os rumos editoriais de um jornal – e não adianta dizer que não, porque é. Se desagradarmos nosso receptor constantemente, deve-se tomar medidas imediatas e, eventualmente, até drásticas. É claro que essas mudanças podem vir para o bem ou para o mal, no entanto, são inevitáveis.
.
Mas como nem todo o conteúdo produzido pelos focas do Curso Estado de Jornalismo pode ser publicado, ficamos distantes de qualquer interatividade, e passarmos apenas uma semana em cada editoria na Redação também exclui as possibilidades de acompanhar de perto a repercussão de alguma notícia por nós produzida. O único parecer que temos sobre nossos textos são dos professores e de alguns jornalistas do Grupo Estado – bastante exigentes, por sinal.
.
Temos, então, apenas um veículo que nos permite botar o focinho para fora da toca: este blog. Nossa maneira de nos comunicarmos com o mundo e lembrá-lo de que ainda existimos, mesmo após entrar neste curso e praticamente abdicar de toda a vida fora daqui. Por este meio, buscamos apresentar nossas experiências de maneira a acrescentar algo na vida de quem lê. E aí entra a questão: quem nos lê?
.
Todos os focas, quando escrevem seus posts, sabem já há para cada texto 29 leitores em potencial: os outros focas, fora alguns que fizeram o curso em anos anteriores e outros que talvez tenham a intenção de fazê-lo. E como nossos colegas são a parcela conhecida da audiência, muitas vezes caímos no erro de escrever para eles, ainda que inconscientemente. Não lembramos que um blog hospedado no portal Estadão por si só já atrai centenas de internautas todos os dias, independentemente do conteúdo.
.
Por isso, quando a turma descobriu que os posts estavam sendo comentados e até bastante criticados por pessoas alheias ao curso e ao jornal, o sentimento, por incrível que pareça, foi de satisfação. Recebemos nosso tão esperado feedback, que está servindo de parâmetro para melhoras. As críticas despertaram a preocupação dos focas e alertaram para a necessidade de mudanças. O repórter do Ponto Edu e administrador do Em Foca, Cedê Silva, se reuniu com todos os alunos do Curso Estado e rediscutiu algumas regras que engessam nossos textos. Agora, é só esperar pelas mudanças e por novas críticas atrás do aperfeiçoamento sem fim.
.
Reinaldo Adri, de 22 anos, é formado em Jornalismo pela Universidade Para o Desenvolvimento do Estado e Região do Pantanal