As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes se preparam para Prêmio Santander Jovem Jornalista

Carla Miranda

23 Outubro 2015 | 11h11

Por Luisa Pinheiro

Os estudantes que participam da Semana Estado de Jornalismo já começaram a pensar nas pautas para o 10ª Prêmio Santander Jovem Jornalista. O tema Tecnologia que revoluciona a educação foi sorteado no primeiro dia de evento, 22, entre os outros assuntos que pautaram as reportagens dos anos anteriores. Só quem participar dos quatro dias de palestras pode concorrer ao prêmio, que garante ao vencedor uma bolsa de estudos de seis meses na Faculdade de Comunicação da Universidade de Navarra, na Espanha.

A estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Anna Vitória Rocha ainda não decidiu a pauta que pretende inscrever no prêmio, mas vai conversar com sua orientadora de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que tem pesquisas em Comunicação e Educação, para fazer uma reportagem que aborde algum projeto nessa área. “A gente se prejudicou com o sorteio do ano passado porque não pode repetir o assunto. Seis foram finalistas e isso acaba limitando”, comentou.

No ano passado, o aluno da Cásper Líbero, Ricardo Rosseto, foi o vencedor com uma reportagem sobre a história do portal multimídia Índio Educa, que tem conteúdo produzido por indígenas de diferentes tribos. Rodrigo Alonso, da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), gostou do tema porque conhece o autor de uma das matérias finalistas de 2014, sobre programação como ferramenta de aprendizagem, mas pretende usar uma abordagem diferente.

Para a aluna da Unesp de Bauru, Thamires Motta, o tema dá a possibilidade de trabalhar com assuntos que não estão na pauta do dia. “O próprio termo revolução já é um pouco forte, então você não pode buscar uma pauta lugar comum”, disse. A estudante pensou em algumas ideias para a reportagem, mas ainda não decidiu qual vai usar.

Uma dos participantes que já começou a apurar foi Teka Lindoso, da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). “Sustentabilidade é um tema muito batido. Um tema que mexe com educação e tecnologia é muito atual e tenho facilidade no assunto”, contou. Como a família da estudante trabalha na área de Educação, ela começou a se interessar pelo tema antes de começar a faculdade de Jornalismo.

Os concorrentes têm que enviar as reportagens até o dia 28 de outubro. Os autores das seis melhores matérias recebem laptops e têm os textos publicados no portal www.estadao.com.br. O vencedor também terá a reportagem publicada nas páginas do Estadão e ganhará a bolsa de estudos para a Espanha.