As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Informação, transparência e ética

Redação

24 Outubro 2013 | 15h54

Julia Affonso
Juliana Diógenes

Um dos participantes que vão abordar o tema Eleições e Cobertura Política, Marcelo Moraes é diretor do Estadão, na Sucursal de Brasília, desde junho deste ano. Na área política, o jornalista já viveu ambos os lados da profissão.

Marcelo trabalhou com política em diversos jornais brasileiros, como Estadão e O Globo. Entre 2003 e 2004, o jornalista foi chefe da assessoria de imprensa de Marina Silva, no Ministério do Meio Ambiente.

O jornalista Marcelo MoraesO jornalista Marcelo Moraes (Foto: Ana Pinho)

Acho importante estar do outro lado do balcão. Fornecer a informação. Foi uma experiência mais ampla do que eu imaginava”, disse ele, durante sua apresentação na Semana Estado de Jornalismo. “Informação, transparência e ética tem que estar em qualquer lado.”

Marcelo começou a carreira em 1986 na rádio Teresópolis e foi foca no jornal O Globo, em 1987, onde ficou até 1995, entre a sede, no Rio de Janeiro, e a sucursal de Brasília. A partir de então, Marcelo trabalhou na Veja, no Correio Braziliense, no Jornal do Brasil e no Valor Econômico.

“É importante o jornalista saber de que lado ele está e o que quer produzir dentro do tipo de jornalismo que ele faz. Tanto na assessoria quanto na redação, a informação tem que ser prioridade”, afirma.