As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Intercâmbio

Redação

04 Outubro 2011 | 12h00

Já passou mais de um mês desde o esperado dia 1º de setembro, data de início do 22º Curso Estado de Jornalismo. Toda vez que alguém de fora da turma dos “Focas” me pergunta como tem sido a experiência, passa pela minha cabeça dizer que é como um intercâmbio sem precisar sair do País.

Deixei o emprego em Curitiba, perdi o contato próximo com amigos, minha rotina está revirada e vim morar em uma cidade desconhecida, tudo isso em busca de uma experiência inédita. A partir de setembro praticamente mudei de nome também. Sou o Foca 04.

Desde aquela data convivo diariamente com pessoas que até há pouco não conhecia, mas que compartilham das mesmas aventuras paulistanas que eu. Inclusive embarquei até mesmo em uma nova viagem vocabular do Estadão. Agora diariamente pronuncio as palavras Hermes (programa de editoração eletrônica do jornal), fretado (ônibus que vaz o trajeto entre o Grupo Estado e o Terminal Barra Funda) e Puras (nome do restaurante presente na nossa sede). Sem contar as piadas internas.

Com os novos colegas é possível embarcar em uma viagem cultural tão variada quanto o tamanho do Brasil. Estão representados na turma 12 Estados, mais o Distrito Fedaral. A reunião garante a troca de experiências sobre os trabalhos anteriores, os costumes e sotaques de cada local, fora colocar no nosso mapa mental o nome de cidades que jamais ouviríamos falar. Alô, Telêmaco Borba e São João da Boa Vista?

O ‘intercâmbio’ de 100 dias pelo Estadão ainda guarda inúmeras surpresas. Viver é sem dúvida uma viagem divertida.

Ciro Campos, de 23 anos, é formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)