As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lição de simplicidade

Redação

30 Novembro 2011 | 08h00

Para jornalistas e leitores interessados em saber detalhes da mídia brasileira, vale a pena dar uma olhada no site Donos da Mídia. A página traz um levantamento dos veículos de comunicação existentes no Brasil, assim como a formação de conglomerados e a ligação das empresas de mídia com políticos. Porém não há informações sobre sites de notícias.

Os dados publicados foram coletados desde a década de 1980 em fontes como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ).

A navegação pela página traz logo de cara um dado curioso. Dos 9.477 veículos, a maioria não é jornal, nem emissoras de televisão ou rádios FM. Com 2,4 mil unidades, as rádios comunitárias são mais de um quarto dos veículos de comunicação no Brasil.

Com isso, podemos tirar a conclusão de que mesmo com a formação de grupos nacionais, portais, tabletssmartphones e afins, a mídia de alcance local ainda tem grande relevância.

Por isso, em um mercado de trabalho competitivo, a receita das rádios comunitárias pode ajudar a criar um diferencial para os demais veículos de comunicação. Relação próxima com o público, empatia, interatividade, possibilidade de participação e conhecimento de quem é a sua audiência são chaves importantes para se diferenciar.

Ciro Campos, de 23 anos, é formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Mais conteúdo sobre:

Ciro CamposDonos da Mídia