O rascunho da História
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O rascunho da História

Redação

07 de dezembro de 2010 | 21h27

Quando o Repórter Esso falava que era “testemunha ocular da História”, resumia bem uma das funções do jornalismo. Pauta a pauta, dia a dia, narramos – com calor e furor – acontecimentos futuramente memoráveis. “O jornalismo faz o primeiro rascunho da História”, disse Paulo Sotero, ex-correspondente do Estadão em Washington em sua palestra no curso na sexta-feira.

Agora, 2010 e o curso estão perto do fim. Olhar para trás e recordar é fundamental para o sucesso das nossas futuras coberturas, afinal, notícias sempre vêm acompanhadas de contexto. Confira 97 dias de retrospectiva de fatos que vimos, vivenciamos e discutimos na sala dos focas e nas redações do Grupo Estado.

Você se lembra de algo mais?

Setembro

1, quarta
– No primeiro dia do curso, Marina Silva esteve no Estadão para um sabatina.
– O centenário do Corinthians deixou São Paulo em polvorosa: foi difícil dormir por causa dos fogos de artifício.
– O Jornal do Brasil passou a ser publicado somente em versão digital.

6, segunda
– Sabatina de José Serra no Estadão. A cobertura do evento foi a primeira atividade de texto feita pela 21ª turma do curso.

11, sábado
– Revista Veja publicou primeira reportagem sobre Erenice Guerra. As denúncias sobre corrupção e tráfico de influência repercutiram na imprensa e levaram à queda da ministra-chefe da Casa Civil no dia 16 de setembro.

21, terça
– Metrô de São Paulo sofreu pane e afetou 250 mil usuários. Primeira versão oficial culpou uma blusa por impedir o fechamento das portas de um trem – o que teria sido o ponto de partida dos problemas. Em novembro, laudo do Instituto de Criminalística negou a história inicial e apontou falha técnica como culpada.

23, quinta
– Capitalização da Petrobrás – maior operação do tipo já realizada no mundo – arrecadou R$ 120 bilhões para a estatal.

24, sexta
– Os focas participaram de entrevista coletiva com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge. Um dos assuntos abordados foi Erenice Guerra. Ela havia deixado o Conselho de Administração do BNDES – presidido por Miguel Jorge – apenas dois dias antes.

25, sábado
Estado publicou o editorial O Mal a Evitar, no qual declarou apoio à candidatura de José Serra e criticou a postura do presidente Lula em relação à imprensa.

Outubro

3, domingo
– Primeiro turno das eleições brasileiras. Dilma Rousseff e José Serra foram para o segundo pleito e Marina Silva recebeu quase 20% dos votos. Em São Paulo, Alckmin foi eleito governador com pouco mais de 50% da votação.

7, quinta
– Mário Vargas Llosa venceu o Nobel de Literatura. O escritor peruano é também colunista do Estado.

8, sexta
– Lançamento de Tropa de Elite 2. Dez milhões de pessoas assistiram ao filme de José Padilha até o início de dezembro.

13, quarta
– Depois de 69 dias presos em uma mina de cobre, os 33 mineiros chilenos foram resgatados. O presidente do Chile, Sebastián Piñera, acompanhou de perto a operação, que durou quase 23 horas.

26, terça
– Aos 79 anos, morreu em São Paulo o senador Romeu Tuma. Ele foi palestrante em diversas edições do Curso Estado de Jornalismo.

27, quarta
– Morreu Néstor Kirchner, ex-presidente da Argentina, por problemas cardíacos. Na sala de treinamento dos focas, a notícia foi recebida com agitação.

31, domingo
– Segundo turno das eleições brasileiras. Depois de uma campanha que lidou com temas como aborto e uma suposta bolinha de papel atirada contra José Serra, Dilma elegeu-se com 55% dos votos.

Novembro

2, terça
– Eleições legislativas nos Estados Unidos. O presidente Obama, democrata, perdeu maioria absoluta na Câmara dos Deputados.

6, sábado, e 7, domingo
– Provas do Enem foram aplicadas em todo o País (4,6 milhões de estudantes se inscreveram). Estado foi o primeiro a noticiar o problema com o gabarito.

9, terça
– Descoberta a fraude contábil no Banco Panamericano. Grupo Silvio Santos fez aporte de R$ 2,5 bilhões.

14, domingo
– Jovens – supostamente homossexuais – foram agredidos por quatro menores na Avenida Paulista: câmeras de segurança registraram as cenas. Internados na Fundação Casa desde o fim de novembro, os menores aguardam julgamento.

21, domingo, e 22, segunda
– Paul McCartney atraiu cerca de 60 mil fãs em cada um dos dois shows em São Paulo. No sábado (20), o ex-Beatle passeou de bicicleta no Parque do Povo, zona sul da capital.

21, domingo
– Explodiu série de violência e conflitos na cidade do Rio de Janeiro. Arrastões começaram a chamar atenção, depois ônibus e carros queimados. Polícia atribuiu episódios a quadrilhas expulsas de favelas onde estão as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

23, terça
– Tensão entre Coreia do Norte e Coreia do Sul. O Norte disparou artilharia contra ilha Sul-coreana e deixou quatro mortos e 18 feridos.

28, domingo
– Documentos publicados pelo site WikiLeaks expuseram a diplomacia norte-americana.
– Polícias e Forças Armadas invadiram o Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

29, segunda
– Em viagem à Argentina, os focas leram notícias sobre os conflitos no Rio de Janeiro em espanhol: Asaltan la favela más peligrosa y buscan a narcos casa por casa (Clarín).

Dezembro

2, quinta
– Nasa comemorou a descoberta de bactéria que sintetiza arsênico e o incorpora ao seu DNA. Essa forma de vida abriu precedente para a existência de diferentes seres em outros planetas.
– Rússia e Catar foram escolhidos para sediar a Copa do Mundo em 2018 e 2022, respectivamente.

3, sexta
– Começou a venda do iPad no Brasil, com preços entre R$ 1.650 e R$ 2.560.

5, domingo
– Depois de fugir do rebaixamento em 2009, Fluminense venceu Campeonato Brasileiro após 26 anos.

6, segunda
– O argentino Conca, jogador do Fluminense, foi reconhecido como melhor jogador do Brasileirão 2010.

Mariana Congo, de 23 anos, é formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-graduada em Produção em Mídias Digitais pela PUC-Minas

Tudo o que sabemos sobre:

Buenos AiresMariana CongoViagem

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: